Escolha as suas informações

Quem escreve e aprova os discursos do Grão-Duque Henri?
Luxemburgo 05.02.2019 Do nosso arquivo online

Quem escreve e aprova os discursos do Grão-Duque Henri?

Quem escreve e aprova os discursos do Grão-Duque Henri?

Luxemburgo 05.02.2019 Do nosso arquivo online

Quem escreve e aprova os discursos do Grão-Duque Henri?

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O Grão-Duque Henri escreve e transmite sempre a sua mensagem de Natal, sem passar pelo crivo do Governo?

É falso! No Luxemburgo os chefes do Executivo têm sempre acesso prévio ao conteúdo dos discursos do soberano. E podem contrariá-lo.

A revelação foi feita pelo próprio primeiro-ministro, Xavier Bettel, em resposta a uma pergunta parlamentar do deputado do ADR, Fernand Kartheiser.

Xavier Bettel garante que os discursos são redigidos pelo próprio chefe de Estado “em colaboração” com os seus assessores na Corte Grã-Ducal.

No entanto, Bettel admite que tem acesso prévio às declarações do soberano, salvaguardando o direito de resposta e de autorização sobre a comunicação do texto.

“O chefe de Governo limita-se a dar sugestões sobre a forma e não sobre o conteúdo do textos”, sublinha Bettel.

A avaliação dos discursos do soberano faz parte do trabalho do chefe do Governo, ao abrigo de um regulamento sobre relações constitucionais.

Xavier Bettel acrescenta que o procedimento é o mesmo, no que diz respeito ao discurso do Grão-Duque Henri no dia do Luxemburgo (23 de Junho).


Notícias relacionadas

Bettel disponível para integrar futuro governo sem ser primeiro-ministro
Numa entrevista concedida à Rádio Latina, que poderá ser escutada na integra no especial eleições emitido no dia 7 de outubro, o atual presidente do governo afirma que as condições para participar num futuro governo são ditadas por questões programáticas e que a questão da liderança do executivo não será um impedimento a uma coligação.
Metade do Governo vai hoje de férias
O Governo reuniu-se esta manhã, naquele que foi o último Conselho de Ministros antes das férias de verão. Metade do executivo liderado por Xavier Bettel entrou de férias após a reunião.