Escolha as suas informações

Quase vinte mil 'novos luxemburgueses' graças ao mecanismo de recuperação da nacionalidade

Quase vinte mil 'novos luxemburgueses' graças ao mecanismo de recuperação da nacionalidade

Foto: Anouk Antony
Luxemburgo 05.12.2018

Quase vinte mil 'novos luxemburgueses' graças ao mecanismo de recuperação da nacionalidade

Entre 1 de janeiro de 2009 e 31 de outubro deste ano, 19.782 pessoas obtiveram a nacionalidade luxemburguesa graças ao mecanismo de recuperação da cidadania. A maioria não vive no país, já que a lei não exige essa condição

Em causa está um artigo da lei que permite a quem tenha antepassados luxemburgueses, nascidos antes do dia 1 de janeiro de 1900, adquirir o passaporte nacional. O prazo limite para usufruir desta modalidade de acesso à nacionalidade termina no final deste ano.

Segundo as estimativas do Ministério da Justiça, a esmagadora maioria destes 'novos luxemburgueses' não vive no Luxemburgo. Os residentes correspondem a apenas 5% do total, isto é, a cerca de mil pessoas. Os restantes vivem no estrangeiro ou pelo menos era esse o caso no momento em que fizeram o pedido.

Estes dados foram divulgados pelo ministro da Justiça, o lusodescendente Félix Braz, a pedido do deputado Marc Lies, do Partido Cristão Social (CSV).


Notícias relacionadas

Malu Mader pede passaporte luxemburguês. E não é a única
Malu Mader, que os portugueses conhecem das telenovelas brasileiras, pediu este mês a cidadania luxemburguesa. Não é caso único. A atriz é uma das descendentes do luxemburguês Nicolas Bley, pioneiro da emigração luxemburguesa para o Brasil, em 1828. Centenas de brasileiros que descendem de luxemburgueses estão a pedir o passaporte do Grão-Ducado, ao abrigo de uma disposição que chega ao fim este ano. A mulher que acendeu o rastilho chama-se Flavia Bley e já ajudou mais de uma centena de famílias a conseguir o cobiçado passaporte.