Escolha as suas informações

Protesto de ciclistas. Skoda Tour "a sério" só nos últimos 40 km
Luxemburgo 1 16.09.2020

Protesto de ciclistas. Skoda Tour "a sério" só nos últimos 40 km

Skoda Tour de Luxembourg 2020

Protesto de ciclistas. Skoda Tour "a sério" só nos últimos 40 km

Skoda Tour de Luxembourg 2020
Foto: Serge Waldbillig
Luxemburgo 1 16.09.2020

Protesto de ciclistas. Skoda Tour "a sério" só nos últimos 40 km

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
Os ciclistas interomperam a segunda etapa da prova, entre Remich e Hesperange em protesto contra a falta de segurança.

O Skoda Tour retoma esta tarde a segunda etapa, após o protesto desta manhã dos ciclistas que se queixam de falta de segurança. Os corredores pararam no quilómetro 18, perto de Statdbredimus. Neste momento, o pelotão segue, mas em cortejo, até Syren. A competição propriamente dita só será retomada nos últimos 40 km, até à meta em Hesperange.

De acordo com o repórter da Rádio Latina no local, os ciclistas recusaram-se a continuar a segunda etapa da prova de 164 km, entre Remich e Hesperange.

Este ano o SkodaTour tem muitas equipas do WordTour, habituadas a correr em circuitos cortados ao trânsito. Ora, no Luxemburgo, a volta em bicicleta, realiza-se com a polícia a cortar o trânsito temporariamente à frente do pelotão.

Os carros param, mas a partir do momento em que as viaturas da polícia abandonam o local, retomam a circulação, quando ainda há ciclistas em prova naquele circuito.

Ontem, por exemplo, quando Tony Gallopin, da AG2R, liderava a prova isolado deparou-se com três carros à sua frente ao contornar uma rotunda, apesar da indicação para contornar a rotunda pelo lado oposto.

Veja o momento em que Tony Gallopin passa ao lado de três carros numa rotunda, ao minuto 3:25 do vídeo abaixo:

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.