Escolha as suas informações

Promotor imobiliário Flavio Becca condenado a dois anos de prisão com pena suspensa
Luxemburgo 04.03.2021

Promotor imobiliário Flavio Becca condenado a dois anos de prisão com pena suspensa

Promotor imobiliário Flavio Becca condenado a dois anos de prisão com pena suspensa

Foto: Guy Jallay/Luxemburger Wort
Luxemburgo 04.03.2021

Promotor imobiliário Flavio Becca condenado a dois anos de prisão com pena suspensa

Redação
Redação
Luxemburguês era acusado de branqueamento e desvio de capitais num caso da compra de relógios de luxo.

O promotor imobiliário luxemburguês Flavio Becca foi condenado esta quinta-feira a dois anos de prisão com pena suspensa num processo de branqueamento e desvio de capitais. Segundo a televisão luxemburguesa RTL, Becca estava implicado numa compra de 842 relógios de luxo com um valor total de 18 milhões de euros, alguns dos quais tinham sido apreendidos em buscas realizadas pelas autoridades em 2011. 

Becca, que esteve ausente na leitura da sentença, foi ainda condenado ao pagamento de uma multa de 250.000 euros e à apreensão de vários relógios. Entre estes objetos, os que não puderem ser apreendidos, o promotor pagará ainda uma multa de 20.000 euros por relógio, escreve ainda a RTL. O promotor tem agora 40 dias para recorrer da sentença.

O caso remonta a 2004. Entre esse ano e 2011 Flavio Becca terá adquirido os mais de 800 relógios de luxo através de 18 empresas pertencentes ao próprio, embora nenhuma destas estivesse ligada à relojoaria de luxo, considerou o coletivo de juízes.

Numa das audiências do julgamento, no final de janeiro, Becca afirmou que a compra dos relógios tinham sido investimentos. O Ministério Público pedia uma pena de três anos e meio de prisão, uma multa de 250.000 euros e a apreensão de um grande número de relógios, uma pena considerada exagerada pela defesa do promotor.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas