Escolha as suas informações

Prolongamento da 'lei covid' vai a votos na próxima terça-feira
Luxemburgo 17.09.2020

Prolongamento da 'lei covid' vai a votos na próxima terça-feira

Prolongamento da 'lei covid' vai a votos na próxima terça-feira

Foto:Guy Jallay/Luxemburger Wort
Luxemburgo 17.09.2020

Prolongamento da 'lei covid' vai a votos na próxima terça-feira

Diana ALVES
Diana ALVES
O objetivo do texto é que as medidas contra a propagação do novo coronavírus fiquem em vigor até ao fim do ano.

O prolongamento da 'lei covid' deverá ir a votos na próxima terça-feira. Fonte da Câmara dos Deputados confirmou esta quinta à Rádio Latina que há uma sessão pública marcada para a próxima terça-feira e que a 'lei covid' consta da ordem do dia. 

Os trabalhos sobre o projeto de lei estão na reta final. Os membros da Comissão da Saúde voltam a reunir-se na sexta-feira, em plena contagem decrescente, visto que a atual lei expira a 30 de setembro. O objetivo do texto é que as medidas de luta contra o novo coronavírus fiquem em vigor até ao fim do ano. 

A atual lei estipula, entre outras medidas, o uso obrigatório de máscara nos transportes públicos e em espaços fechados (lojas, supermercados, etc.) e limitações ao nível dos ajuntamentos. Em casa, uma família poderá receber no máximo 10 pessoas.


Covid-19. Luxemburgo reduz quarentena para dez dias
A medida de isolamento é aplicada às pessoas com uma infeção confirmada pela covid-19, que devem permanecer isoladas em casa.

No que toca aos ajuntamentos de mais de 10 pessoas em público – em parques ou lagos, por exemplo –, a regra é estar sentado e manter o distanciamento de dois metros. Caso essa distância não seja possível, o uso de máscara é obrigatório. 


Máscaras no retrovisor podem dar multa até 49 euros
"Nenhum objeto estranho ao equipamento normal do veículo deve obstruir a visão do condutor, nem estar no campo de visão deste", informou a polícia luxemburguesa.

Nos restaurantes, cafés e bares, os clientes devem permanecer sentados à mesa, estando esta limitada a 10 pessoas, exceto se se tratar de membros da mesma família. Os estabelecimentos têm de fechar o mais tardar à meia-noite. Quanto a multas, a 'lei covid' estipula coimas de 25 a 500 euros para quem não respeitar as medidas de isolamento ou quarentena. Já para as empresas que violarem as regras sanitárias, a multa é de 8.000 euros em caso de reincidência.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas