Escolha as suas informações

Professores da Escola Internacional do Luxemburgo em greve de zelo
Luxemburgo 27.01.2020

Professores da Escola Internacional do Luxemburgo em greve de zelo

Professores da Escola Internacional do Luxemburgo em greve de zelo

Foto de arquivo: Anouk Antony
Luxemburgo 27.01.2020

Professores da Escola Internacional do Luxemburgo em greve de zelo

A convenção coletiva esteve em vigor até 24 de setembro de 2019. As negociações da nova convenção estão num impasse.

(HB) - Os professores da Escola Internacional do Luxemburgo organizam entre hoje e quarta-feira uma greve de zelo e marchas diárias como forma de protesto contra o impasse nas negociações da nova convenção coletiva.

Enquanto a direção da escola não abandonar a proposta "que prevê a deterioração das condições de trabalho dos atuais e futuros professores, as ações vão continuar para manifestar o descontentamento em relação ao comportamento patronal", referem os sindicatos OGBL e LCGB em comunicado conjunto.

Na origem deste diferendo, entre os funcionários e a administração da escola situada em Merl, estão as negociações para a renovação da convenção coletiva de trabalho (em vigor até 24 de setembro de 2019), que falharam a 13 de dezembro.

Segundo os sindicatos, o patronato quer introduzir uma tabela única na carreira dos professores, "menos favorável para os futuros funcionários", e em troca promete aliviar a carga horária e efetuar pagamentos compensatórios.

Mas os trabalhadores rejeitam esta proposta e pedem um aumento salarial de 2%, entretanto recusado pelo patronato.

Com o impasse nas negociações, a administração da escola pediu a mediação do Gabinete Nacional de Conciliação, que deverá então decidir o futuro dos professores da Escola Internacional do Luxemburgo.


Notícias relacionadas