Escolha as suas informações

Professor infetado coloca sete turmas em isolamento
Luxemburgo 04.12.2020

Professor infetado coloca sete turmas em isolamento

Professor infetado coloca sete turmas em isolamento

Luxemburgo 04.12.2020

Professor infetado coloca sete turmas em isolamento

Outros dois professores e onze alunos foram diagnosticados com covid-19. Das perto de nove mil infeções ativas, 19,2% encontram-se no grupo etário dos 0 aos 19 anos.

Embora o Ministério da Educação assuma que a situação nas escolas do país é "relativamente estável", as autoridades viram-se obrigadas a desencadear o chamado cenário quatro, depois de um professor infetado ter dado origem a um surto que fez outros 13 casos. 

Sete turmas foram colocadas em isolamento. A fase quatro do plano de ação desenhado para responder a eventuais surtos nos estabelecimentos de ensino do país é ativada quando são identificados cinco casos numa turma ou quando o número de infetados envolve alunos ou professores de outras turmas. Aqui, no caso relatado pelo Ministério, o professor em causa terá infetado outros dois docentes e onze alunos.  

Na edição desta sexta-feira, o Wort recorda que já na semana passada, a confirmada infeção de um professor obrigou as autoridades a desencadear o cenário 1 e o cenário 2 do plano de ação. 

700 em 7 

Nos últimos sete dias, um total de 700 casos de covid-19 foi identificado nos estabelecimentos de ensino do país, de acordo com o Ministério da Educação que regista menos 94 infetados do que na semana passada. 

Destes, 426 casos foram contraídos de forma isolada, pelo que, de acordo com o plano de ação desenhado pelo Governo foi desencadeado o cenário 1, que implica o isolamento da criança que, em princípio não terá estado em contacto com nenhum outro elemento da escola. Foram menos 53 do que na semana anterior. 

Nas contas do Ministério da Educação, das 8.734 infeções ativas no país, 19,12% concentra-se no grupo etário dos 0-19 anos. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Covid-19. Como vão funcionar os testes de rastreio nas escolas
Segundo o Ministério da Educação, várias equipas móveis estão a ser formadas e iniciarão as suas atividades durante a semana de 16 de novembro. Objetivo da medida é reduzir o tempo de espera na realização de testes sempre que surgir um caso numa turma.