Escolha as suas informações

Primeiro avião militar luxemburguês já começou a ser construído
Luxemburgo 19.03.2019

Primeiro avião militar luxemburguês já começou a ser construído

Primeiro avião militar luxemburguês já começou a ser construído

Foto de arquivo: AFP
Luxemburgo 19.03.2019

Primeiro avião militar luxemburguês já começou a ser construído

O Luxemburgo vai ter, pela primeira vez, um grande avião para transporte de tropas e material militar e vai custar perto de 200 milhões de euros.

O avião militar A400M encomendado pelas Forças Armadas luxemburguesas à subsidiária militar da Airbus já começou a ser construído em Sevilha (Espanha).

De acordo com o site defensa.com, da Airbus Defense & Space, o primeiro (grande) avião militar luxemburguês começou a ser montado depois de receber peças de diferentes fábricas, estando a entrega prevista para 2020.

O Luxemburgo teve até 1968 um pequeno avião militar Piper (PA-18) Super Cub e conta atualmente com uma frota de aviões de alerta aéreo antecipado Boeing E-3A Sentry, da NATO, mas que só tem a matrícula do Grão-Ducado, não estando, por isso, sob seu controlo.

Modelo A400M da Airbus, ainda em fase de construção.
Modelo A400M da Airbus, ainda em fase de construção.
Foto de arquivo: AFP

A entrega do avião, que custará quase 200 milhões de euros, tem sido sucessivamente atrasada devido a problemas técnicos da Airbus, quando inicialmente estava previsto para 2017.

Quanto ao orçamento de exploração e manutenção de transporte militar, previsto para um período de 35 anos, vai custar 420 milhões de euros, segundo o orçamento aprovado pelo Parlamento em 2017.

O objetivo da aquisição passa por reforçar a capacidade de transporte das tropas e de material militar num contexto de gestão de crise.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Manutenção do avião militar A400M custa 420 milhões de euros
A manutenção do avião militar Airbus A400M vai custar 420 milhões de euros. O orçamento de exploração e manutenção de transporte militar para um período de 35 anos foi aprovado ontem no Parlamento. Os votos a favor vieram do CSV, LSAP, DP e do déi gréng.
A entrega do avião militar tem sido adiada. O A400M devia ter chegado em 2017.