Escolha as suas informações

Primeira sala 4DX de cinema imersivo abre hoje no Luxemburgo
Luxemburgo 1 15.04.2019

Primeira sala 4DX de cinema imersivo abre hoje no Luxemburgo

Apesar de o número de espectadores ter diminuído drasticamente no ano passado, o grupo Kinepolis anunciou a abertura de uma sala 4DX - uma tecnologia multidimensional que torna a experiência de ver um filme mais imersiva - esta quarta-feira em Kirchberg.


Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

Dois anos após o complexo de cinema Utopolis ter sido comprado pelo Grupo Kinepolis, várias salas foram já renovadas e o exterior do edifício deverá estar concluído até ao final do ano. Mas a gigante do cinema não quer ficar por aqui: esta quarta-feira vai abrir uma nova sala de projeção 4DX, no cinema de Kirchberg. O primeiro filme a estrear nesta sala será "Vingadores: Endgame", a mais recente aposta da Marvel. Haverá sessões às 13:45 (versão alemã), 17:30 (versão francesa) e 21:15 (versão original com legendas em francês e alemão).

A tecnologia 4DX- já presente em 573 salas de cinema de 59 países - oferece uma imersão total do espectador no filme, através da estimulação dos cinco sentidos: inclinações de assentos, sistema de vento instalado nas cadeiras, cheiros e efeitos especiais de luz, tudo em perfeita sincronia com as ações que se vão desenrolando ao longo do filme.


Jornalistas luxemburgueses dizem "basta" a reações xenófobas a filmes dobrados em português
O anúncio do filme dobrado em português "O regresso de Mary Poppins", exibido num cinema luxemburguês, provocou algumas reações xenófobas no Facebook. Dois jornalistas luxemburgueses saíram em defesa da iniciativa, denunciando o ódio das redes sociais.

O grupo Kinepolis recusou-se a divulgar o valor do investimento nesta nova tecnologia, mas para os espectadores há um custo. Cada bilhete irá custar 16 euros, em vez dos dez euros habituais de um bilhete para uma sala de cinema convencional.

Atualmente, as salas 4DX existem em vários países europeus como Portugal, França, Bélgica e Espanha. Contudo, o número de espectadores dos cinemas Kinepolis diminuiu drasticamente na Europa e Luxemburgo não é exceção. O ano passado foi o ano mais fraco do Kinepolis, com menos 9,9% de espectadores. Esta queda radical deve-se "ao verão quente, ao Campeonato do Mundo de futebol e a uma oferta cinematográfica menos promissora", segundo o presidente do grupo, Joost Bert, citado no relatório anual de 2018 do Kinepolis.

A abertura de uma sala 4DX junta-se a outras ofertas especiais do cinema, como assentos mais confortáveis e espaçosos e uma sala de projeção laser (que proporciona uma melhor definição e maior luminosidade), inaugurada em setembro do ano passado, em Kirchberg.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas