Escolha as suas informações

Presidenciais portuguesas. Saiba a que horas e quando pode votar no Luxemburgo
Luxemburgo 22.01.2021

Presidenciais portuguesas. Saiba a que horas e quando pode votar no Luxemburgo

Presidenciais portuguesas. Saiba a que horas e quando pode votar no Luxemburgo

Foto: Lusa
Luxemburgo 22.01.2021

Presidenciais portuguesas. Saiba a que horas e quando pode votar no Luxemburgo

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Graças ao recenseamento automático, há cerca de 50 mil portugueses inscritos no consulado, aptos para votar.

Os portugueses recenseados no Consulado-Geral de Portugal no Luxemburgo vão poder exercer o seu direito de voto para as eleições Presidenciais portuguesas este sábado e domingo.

O voto é presencial e pode ser feito entre as 8h e as 19h durante esses dois dias, numa das duas mesas de voto no consulado (Route de Longwy, n° 282, Merl), na capital.

Com as eleições em plena pandemia, o cônsul Gomes Samuel garantiu recentemente à Rádio Latina que vão estar garantidas "todas as medidas sanitárias e de distanciamento social" dentro do consulado, para assegurar este "dever cívico de todos os cidadãos".

Os eleitores terão de apresentar um documento de identificação, seja o cartão do cidadão (mesmo que caducado), passaporte, bilhete de identidade ou carta de condução.

Nas últimas eleições presidenciais portuguesas o Luxemburgo tinha menos votantes. Eram 2.027 inscritos, em 2016, mas desses apenas 527 se dirigiram ao consulado para exercer o seu direito de voto (74% de abstenção).

Agora, graças ao recenseamento automático, há cerca de 50 mil portugueses inscritos no consulado, aptos para votar. Daí, se esperar uma subida a taxa da abstenção.Em 2016, o candidato Marcelo Rebelo de Sousa também ganhou as eleições no Luxemburgo, com 51,82% dos votos. Dos candidatos que se recandidatam este ano, destaque para Marisa Matias, que em 2016 obteve 10,94% dos votos dos portugueses registados no posto consular do Grão-Ducado. A candidata do Bloco de Esquerda ficou em terceiro lugar, após um dos  candidatos apoiados pelo PS, Sampaio da Nóvoa. Há quatro anos, o candidato Vitorino da Silva, conhecido como Tino de Rans, ficou em sexto lugar, arrecadando no Luxemburgo 1,15% dos votos.  

*com Manuela Pereira

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas