Escolha as suas informações

Presidenciais cabo-verdianas. Coordenador da candidatura de José Maria Neves no Luxemburgo
Luxemburgo 24.09.2021
Política

Presidenciais cabo-verdianas. Coordenador da candidatura de José Maria Neves no Luxemburgo

Francisco Pereira, coordenador europeu da campanha de José Maria Neves.
Política

Presidenciais cabo-verdianas. Coordenador da candidatura de José Maria Neves no Luxemburgo

Francisco Pereira, coordenador europeu da campanha de José Maria Neves.
Foto: Ivo Guimarães/LW
Luxemburgo 24.09.2021
Política

Presidenciais cabo-verdianas. Coordenador da candidatura de José Maria Neves no Luxemburgo

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
As eleições presidenciais em Cabo Verde vão ter lugar no dia 17 de outubro e os cabo-verdianos que estiverem recenseados no Luxemburgo também podem votar.

O coordenador europeu da candidatura de José Maria Neves à Presidência da República de Cabo Verde vai estar em campanha no Luxemburgo, este sábado.

Francisco Pereira, deputado do PAICV eleito pelo círculo eleitoral da Europa, vai encontrar-se com apoiantes e mandatários locais do antigo primeiro-ministro. O encontro está marcado para as 18h, na sede da Associação Amizade Cabo-verdiana, na capital, com intervenção online de José Maria Neves.

Até agora, o único dos sete candidatos que passaram em campanha pelo Luxemburgo foi o também antigo primeiro-ministro Carlos Veiga.

As eleições presidenciais em Cabo Verde vão ter lugar no dia 17 de outubro e os cabo-verdianos que estiverem recenseados no Luxemburgo também podem votar.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Na última visita ao Luxemburgo de José Maria Neves enquanto primeiro-ministro, Xavier Bettel recebeu o governante cabo-verdiano como se recebem os amigos. O protocolo deu lugar à informalidade e o primeiro-ministro luxemburguês fez mesmo de cicerone ao seu homólogo cabo-verdiano, numa visita guiada à capital em passo de corrida, "para abrir o apetite" para o almoço oferecido por Bettel num restaurante chinês.
Cabo Verde quer atrair reformados europeus que procuram países com sol para passar aquela fase das suas vidas, uma das apostas do fundo de investimento Afroverde 1 que o primeiro-ministro José Maria Neves apresentou hoje a investidores no Luxemburgo.