Escolha as suas informações

Polícia intensifica fiscalizações para fazer cumprir estado de emergência
Luxemburgo 04.04.2020

Polícia intensifica fiscalizações para fazer cumprir estado de emergência

Polícia intensifica fiscalizações para fazer cumprir estado de emergência

Foto: Lex Kleren
Luxemburgo 04.04.2020

Polícia intensifica fiscalizações para fazer cumprir estado de emergência

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
A regra geral a observar por todos os cidadãos é o isolamento social através do confinamento em casa.

A Polícia Grã-Ducal vai intensificar as operações de patrulhamento durante o fim de semana para garantir o cumprimento das normas do estado de emergência, que o governo decretou a 18 de março por três meses para conter a pandemia de covid-19.

Vão ser realizadas operações nas estradas e em locais públicos, como zonas pedonais.

A polícia lembra, em comunicado, que o ajuntamento de pessoas em espaços privados também é proibido caso as pessoas não morem na mesma casa e promete efetuar controlos.

Note-se a regra geral a observar por todos os cidadãos é o isolamento social através do confinamento em casa. Em caso de desrespeito a multa é de 145 euros para os particulares. Se a coima não for paga nos 30 dias seguintes à notificação, o valor duplica para 290 euros.

As operações de fiscalização do fim de semana da polícia não se ficam pelos privados. Vai haver também controlos das atividades comerciais ou melhor dizendo vigia ao respeito da paralisação dos comércios, como cafés, restaurantes ou estaleiros. Todos os comércios não essenciais têm de estar fechados. Caso contrário a multa é de 4.000 euros e o seu valor duplica para 8.000 euros se se verificar que se trata de uma reincidência.

As saídas à rua são permitidas para deslocações de trabalho, compras de bens essenciais nos supermercados ou para apanhar ar fresco durante um curto período de tempo. Neste último caso, as pessoas podem sair em grupo desde que morem na mesma casa. Caso contrário a distância social de dois metros entre cada pessoa é para respeitar, seja na rua ou num supermercado.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas