Escolha as suas informações

PIB recua 0,2% no primeiro trimestre de 2020
Luxemburgo 29.06.2020

PIB recua 0,2% no primeiro trimestre de 2020

Imagem ilustrativa

PIB recua 0,2% no primeiro trimestre de 2020

Imagem ilustrativa
Foto: Pierre Matgé
Luxemburgo 29.06.2020

PIB recua 0,2% no primeiro trimestre de 2020

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
No Grão-Ducado, este é um défice sem precedentes: nos últimos 25 anos, o país viveu esteve apenas três vezes deficitário.

O STATEC publicou a estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) do Luxemburgo para o primeiro trimestre de 2020 e concluiu que houve uma diminuição de 0,2% face ao período homólogo do ano passado.


Statec prevê défice sem precedentes no Luxemburgo este ano
PIB luxemburguês deverá passar de +2,2% em 2019 para -6% em 2020

O Instituto de Estatística luxemburguês aponta "um declínio de 6%" para este ano, sendo que o primeiro trimestre de 2020 indica já uma queda de 2,9% em relação ao trimestre anterior.   

No Grão-Ducado, este é um défice sem precedentes. Nos últimos 25 anos, o país esteve apenas três vezes deficitário.  O STATEC relaciona estes valores negativos com o "impacto da contenção criada para impedir a propagação do vírus covid-19". 

Da mesma forma, as exportações e importações caíram 3,5% e 5,0%, respetivamente. Além disso, o Instituto Nacional de Estatística e Estudos Económicos reviu a evolução do PIB em volume para 2019, de 3,1% para 3,0% no quarto trimestre, de 2,8 % a 3,0% para o terceiro e 2,9% a 3,1% para o segundo.  

Quem sofreu mais 

As atividades mais afetadas foram aquelas que tiveram obrigatoriamente de parar. Segundo a edição francesa do Luxemburger Wort, terão sido o comércio, transporte, acomodações e restaurantes (-5,4%), bem como indústria (-3,4%) e construção (-3, 3%). 

Por outro lado, setores como informação e comunicação (+ 5,0%) e imobiliário (+ 1,3%) mostram um desenvolvimento positivo.


Covid-19. Pandemia leva residentes no Luxemburgo a gastar menos
O banco ING Luxemburgo realizou um inquérito em que concluiu que maioria dos residentes no Grão-Duado está a poupar mais desde que a pandemia começou.

O STATEC observa também uma queda nos gastos de 4,8% por parte das famílias e instituições sem fins lucrativos e de 0,3% por parte das administrações públicas. 

O Luxemburgo deverá entrar em recessão este ano. "As consequências serão sentidas em particular no mercado de trabalho e nas finanças públicas", anunciou o STATEC na semana passada.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Luxemburgo. PIB cai 7,8% no segundo trimestre
O Produto Interno Bruto (PIB) caiu fortemente no Luxemburgo devido à pandemia do novo coronavírus, e em consequência das medidas que o Governo teve de tomar para limitar a propagação.
Economia luxemburguesa estagna no segundo trimestre
A economia luxemburguesa estagnou no segundo trimestre face aos primeiros três meses do ano. Mas as notícias menos positivas não se ficam por aqui. Em 2017, a economia teve uma performance ainda mais baixa do que o previsto. Afinal, a economia não cresceu 2,3%; só avançou 1,5%.
STATEC: Economia luxemburguesa cresce 4,2%
A economia luxemburguesa cresceu 4,2% no ano passado. E não foi só a procura interna o motor do crescimento: de acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas do Luxemburgo (STATEC) houve um equilíbrio maior entre a procura interna e externa.