Escolha as suas informações

Pena de prisão e multas para falsos alertas de bomba
Luxemburgo 28.04.2017 Do nosso arquivo online
Quatro alertas de bomba

Pena de prisão e multas para falsos alertas de bomba

O alerta de bomba em Kirchberg obrigou ao encerramento de ruas e é, até à data, o caso mais mediático
Quatro alertas de bomba

Pena de prisão e multas para falsos alertas de bomba

O alerta de bomba em Kirchberg obrigou ao encerramento de ruas e é, até à data, o caso mais mediático
Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 28.04.2017 Do nosso arquivo online
Quatro alertas de bomba

Pena de prisão e multas para falsos alertas de bomba

Pena de prisão de oito dias a cinco anos e multa que pode variar entre os 300 e os 3 000 euros são as condenações previstas no código penal para os autores de falsos alertas de bomba e outras falsas ameaças.

Pena de prisão de oito dias a cinco anos e multa que pode variar entre os 300 e os 3 000 euros são as condenações previstas no código penal para os autores de falsos alertas de bomba e outras falsas ameaças.

As penas a que se arriscam as pessoas que fazem este tipo de alertas falsos foram lembradas pela polícia, na sequência de mais um falso alerta de bomba que levou ontem à evacuação do centro comercial City Concorde, em Bertrange.

Numa nota divulgada à imprensa, as autoridades avisam que “os falsos alertas se têm multiplicado nos últimos tempos”. Uma situação que gera pânico entre a população e obriga a uma mobilização, em vão, das forças de segurança, fazendo com que estas não estejam disponíveis em casos reais de ameaça.

Além disso, lembra a polícia, situações como a evacuação do City Concorde implicam prejuízos financeiros para os estabelecimentos comerciais. Prejuízos esses que podem ser significativos.

Quatro casos num mês

Durante o último mês foram quatro os falsos alertas de bomba que se registaram.

Ontem, quinta-feira, o centro comercial City Concorde, em Bertrange, foi evacuado devido a uma ameaça de bomba. Na passada segunda-feira, 24 de abril, uma outra ameaça obrigou à evacuação da sala de chuto ‘Fixerstuff’, em Bonnevoie. O espaço comercial  DIY Globus, situado em Bettembourg, também foi alvo de buscas, pelo mesmo motivo, a 20 de abril. O caso mais mediático aconteceu a 23 de março, quando um falso alarme de ameaça de bomba, que obrigou à evacuação do centro comercial Auchan e dos cinemas Utopolis, em Kirchberg.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Em entrevista ao canal luxemburguês RTL, Etienne Schneider, ministro da Defesa e da Segurança Interna, admitiu que os falsos alertas de bomba tiveram origem no estrangeiro e não em território luxemburguês.
É o quarto falso alerta de bomba no espaço de um mês no Luxemburgo. Esta manhã, o centro comercial City Concorde, em Bertrange, foi evacuado devido a uma ameaça de bomba. A lei luxemburguesa prevê multas e penas de prisão para quem lançar um falso alerta.
Gegen 9.30 Uhr wurde das Einkaufszentrum von der Polizei hermetisch abgeriegelt.