Escolha as suas informações

Pedidos de asilo no Luxemburgo desceram em abril

Pedidos de asilo no Luxemburgo desceram em abril

Foto: AFP
Luxemburgo 14.05.2019

Pedidos de asilo no Luxemburgo desceram em abril

Em abril, nove requerentes de asilo que viram o seu pedido ser rejeitado foram expulsos - cinco deles à força - do Luxemburgo.

O número de requerentes de asilo no Luxemburgo caiu ligeiramente em abril em comparação com o mês anterior, segundo os dados da Direção da Imigração, divulgados esta terça-feira. Em abril, 170 refugiados solicitaram asilo, menos 50 pedidos em comparação com março, que teve 220 pedidos. Nesse mesmo mês, 52 pessoas receberam estatuto de refugiado.

Nos primeiros meses de 2019, o número de pedidos de asilo atingiu o auge em janeiro, com 226 pedidos, um número muito abaixo do pico da crise de refugiados em dezembro de 2015, quando o Luxemburgo recebeu 429 pedidos só num mês.

Desde o início do ano, foram recebidas 798 solicitações de asilo. Em cerca de 32,5% dos casos - que corresponde a 284 pessoas - o pedido foi concedido. Eritreia, com 39 pedidos, foi o país de origem de grande parte dos requerentes. Houve também registo de 22 pedidos por parte de afegãos. A Síria, com 17 pedidos, completa o pódio dos países de origem com maior número de pedidos de proteção internacional ao Luxemburgo, no mês passado.


Mais de 200 pedidos de asilo em março
O número de pedidos de asilo subiu em março face ao mês anterior.

Em abril, nove requerentes de asilo cujo pedido foi rejeitado foram expulsos - cinco deles à força - do Luxemburgo. No total, em 2019, 69 pessoas regressaram ao seu país.





Notícias relacionadas