Escolha as suas informações

Do total, 37 são sírios.
Breves Luxemburgo por Henrique DE BURGO 22.10.2020

Pedidos de asilo ao Luxemburgo disparam em setembro

Os pedidos de asilo ao Luxemburgo no mês de setembro dispararam em relação aos meses precedentes, atingindo o número mais elevado do ano.

De acordo com os dados divulgados pela Direção de Imigração, houve 158 pedidos em setembro, bastante acima dos 90 do mês precedente. Em 2020 o número de solicitações de asilo mais próximo foi registado em janeiro, com 155. 

Como seria de esperar, a crise pandémica teve efeitos sobre este fluxo, com o somatório anual a registar até setembro 785 pedidos, cerca de metade da média dos anos anteriores (1.538 até setembro de 2019 e 1.520 até setembro de 2018). Quanto às origens dos requerentes de proteção internacional, a maioria são sírios (37), eritreus (20), afegãos (13) e argelinos (13).

Do total dos 158 pedidos, as autoridades luxemburguesesas trataram 99, tendo atribuído no mês passado 37 estatutos de refugiado e cinco estatutos de proteção subsidiária (situação que não corresponde ao estatuto de refugiado). Em setembro foram transferidas do Luxemburgo para outros Estados-membros 15 pessoas e, no sentido contrário, o Grão-Ducado recebeu outras 23. Regressam ainda de forma voluntária aos países de origem outras quatro pessoas.  

Breves Luxemburgo 16.01.2021

Luxemburgo. Estes são os radares deste sábado

A polícia divulgou a localização dos radares móveis para todo o dia de sábado, 16. 

Durante a manhã, os radares das autoridade estarão na rota de Luxemburgo para Bettembourg. 

Para a tarde, estão previstos na Rue de Hesperange em Itzig, na CR132 em Munsbach-Niederanven e na rota de Bastogne em Pommerloch. 

As autoridades podem realizar verificações a qualquer hora e em qualquer lugar, sem aviso prévio.

Breves Luxemburgo 15.01.2021

Noertrange. Homem de 83 anos condenado por tentativa de homicídio

O tribunal em Diekirch, decidiu condenar um homem de 83 anos a dez anos de prisão, seis de pena suspensa. 

O caso remonta a 2019. O arguido foi acusado de tentativa de homicídio por ter disparado contra o senhorio da casa onde vivia em Noertrange. Logo em seguida, o idoso apresentou-se às autoridades. 

A vítima foi atingida no ombro esquerdo mas acabou por sobreviver e vai receber uma indemnização durante cinco anos.