Escolha as suas informações

Luxemburgo. Epidemia de vírus respiratórios em bebés e crianças está a sobrelotar as urgências
Luxemburgo 2 min. 31.07.2021
Pediatria

Luxemburgo. Epidemia de vírus respiratórios em bebés e crianças está a sobrelotar as urgências

Pediatria

Luxemburgo. Epidemia de vírus respiratórios em bebés e crianças está a sobrelotar as urgências

Luxemburgo 2 min. 31.07.2021
Pediatria

Luxemburgo. Epidemia de vírus respiratórios em bebés e crianças está a sobrelotar as urgências

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
As urgências pediátricas chegam a atender 240 crianças por dia. E as "camas estão lotadas". Os bebés e crianças até cinco anos estão a ser afetados por infeções respiratórias, como bronquiolites ou pneumonias, causadas pelo vírus sincicial (RSV).

O vírus sincicial respiratório (RSV) é um vírus que provoca sintomas ligeiros nos adultos, como uma constipação, mas nos bebés e crianças pequenas pode causar infeções respiratórias mais graves, como pneumonias.

No Luxemburgo, este vírus está a provocar uma epidemia de infeções respiratórias entre os bebés e crianças, sobrelotando as urgências e outros serviços pediátricos hospitalares e clínicos.

 “Em junho de 2021, houve 4.353 atendimentos nas urgências de ambulatório infantil, 965 das quais no centro médico pediátrico (grau de emergência: U4 / U5); outros 3390 foram tratados na própria urgência”, escreveu a ministra da Saúde numa resposta parlamentar recente sobre as infeções do vírus RSV.

Os casos infantis provocados pelo vírus RSV têm vindo a aumentar e, desde abril, a situação alargou-se para uma verdadeira epidemia, assumiu Paulette Lenert na resposta à questão dos deputados Georges Mischo e Marc Spautz, do CSV.

“Como resultado o atendimento nas urgências pediátricas aumentou para 240 casos por dia”, declarou a ministra da Saúde.  

 “A atividade aumentou significativamente de 2020 a 2021, um aumento de 120% em abril, 86% em maio e 11% em junho”, especificou a governante.


Luxemburgo. Doença pós-covid está a surgir em crianças e pode ser grave
No Grão-Ducado e em Portugal há casos de crianças hospitalizadas devido a inflamações que apareceram semanas após a infeção. Duas pediatras dos dois países explicam esta estranha síndrome.

Hospital com "camas lotadas"

 Recentemente, a pediatra Isabel de la Fuente, da Kannerklinik, dos Centre Hospitalier do Luxembourg (CHL) já tinha alertado para a sobrelotação dos serviços da clínica causados pelo vírus RSV.

"Temos uma epidemia de bronquiolite e outras infeções respiratórias, em julho. A clínica pediátrica está lotada. Os isolamentos por covid-19 estão a tornar-se difíceis porque as camas estão cheias de crianças doentes”, com estas infeções respiratórias, declarou Isabel de La Fuente num evento do CHL, citada pela RTL.


Grã-Duquesa preocupada com efeitos da covid nas crianças
Maria Teresa acompanhada pela Ministra da Saúde visitou a Kannerklinik onde conversou com os profissionais de saúde sobre o estado de saúde dos mais novos nesta pandemia.

O vírus RSV é tido como um vírus de inverno, mas este ano e estranhamente está a atacar desde a primavera. Segundo os especialistas, a razão prende-se com as medidas de proteção contra a covid-19. Por um lado, com o alívio de medidas como a dispensa de máscara facial este vírus voltou a infetar e em força. Outra das causas pode ser a debilidade imunológica a outras infeções que não a covid-19 gerada pelo vírus da pandemia entre os bebés e crianças.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A pediatra Isabel De La Fuente alerta que o vírus RSV responsável por infeções respiratórias em bebés e crianças pequenas vai voltar a causar grandes surtos no país, como o da primavera que lotou as urgências e internamentos da KinnerKlinik. E deixa conselhos aos pais e ao Governo.
A pediatra Isabel De La Fuente, da KannerKlinik, dá alguns conselhos aos pais.