Escolha as suas informações

Pavilhão 6 da Luxexpo abre hoje as portas aos refugiados
Luxemburgo 12 21.10.2015

Pavilhão 6 da Luxexpo abre hoje as portas aos refugiados

O pavilhão 6 da LuxExpo já está pronto para receber temporariamente os refugiados. Nas últimas semanas, o pavilhão 6 foi transformado em centro de acolhimento, onde foram instaladas 360 camas em tendas de campanha.

O pavilhão 6 da LuxExpo já está pronto para receber temporariamente os refugiados. Nas últimas semanas, o pavilhão 6 foi transformado em centro de acolhimento, onde foram instaladas 360 camas em tendas de campanha.

Esta manhã, a burgomestre da cidade do Luxemburgo, Lydie Polfer, em conferência de imprensa, anunciou que o "centro" vai começar a receber refugiados já a partir de amanhã, quinta-feira, e que a cidade vai oferecer aos refugiados um programa de integração comunitária.

Lydie Polfer anunciou ainda que a cidade vai organizar cinco palestras temáticas, com o objectivo de dar aos refugiados uma visão geral sobre as origens culturais das pessoas que vivem na capital. De acordo com a últimos números de inscritos na comuna, a cidade do Luxemburgo conta com cerca de 108 mil habitantes, de 160 nacionalidades diferentes.

O programa vai ser organizado pelo OLAI, Gabinete luxemburguês de Acolhimento e Integração, e vai decorrer em língua francesa, com tradução para inglês. Cada sessão tem a duração de duas horas e meia. A participação é gratuita.

O programa é o seguinte:

  • 9 de Novembro : Como ajudar a encontrarem alojamento e trabalho. Centre Culturel Hollerich;  
  •  12 de Novembro: Como garantir o acesso à educação, tendo em conta a diversidade do crescimento da população escolar. Centre Culturel Bonnevoie; 
  • 17 de Novembro: Como ajudar os recém-chegados a conhecer a zona onde vivem e satisfazer as suas necessidades . Centre Culturel Hollerich;
  •  24 de Novembro: Reforçar a coesão social nas mais diversas situações culturais. Centre Culturel Bonnevoie;
  • 26 de Novembro: A participação sócio-política entre residentes estrangeiros. Centre Culturel Hollerich.

Notícias relacionadas