Escolha as suas informações

Paulette Lenert é a figura política mais popular do Luxemburgo
Luxemburgo 6 min. 24.11.2022
Sondagem Polimolitor

Paulette Lenert é a figura política mais popular do Luxemburgo

Sondagem Polimolitor

Paulette Lenert é a figura política mais popular do Luxemburgo

Foto: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Luxemburgo 6 min. 24.11.2022
Sondagem Polimolitor

Paulette Lenert é a figura política mais popular do Luxemburgo

Thomas BERTHOL
Thomas BERTHOL
A ministra da Saúde mantém a posição que ocupa desde julho de 2020, altura em que assumiu a pasta.

A vida corre bem a Paulette Lenert (LSAP). Segundo o novo Politmonitor, a sondagem de popularidade dos políticos realizada pelo Ilres para o Luxemburger Wort e a RTL com uma amostra de 1.072 pessoas com mais de 18 anos, a Ministra da Saúde ainda é a figura política mais popular no Luxemburgo. Uma posição que ocupa desde julho de 2020, após assumir a pasta da Saúde a 4 de fevereiro do mesmo ano, no seguimento da saída de Etienne Schneider (LSAP).


Paulette Lenert, a escolha óbvia do LSAP
Por enquanto, Paulette Lenert não exclui nenhum cenário e diz estar pronta para "dar a sua ajuda" ao país.

Apesar das críticas que lhe foram dirigidas nos últimos meses, a propósito da abertura da clínica com Imagiologia por Ressonância Magnética (IRM) em Potaschberg, ou do pagamento do serviço de permanência nos hospitais, conseguiu manter a mesma pontuação que em maio passado (79%). Bpas notícias para o LSAP, já que parece ser a candidata ideal para defender as cores do partido nas próximas eleições legislativas, a realizar a 8 de outubro de 2023.

Os grandes derrotados: Franz Fayot e Lex Delles 

Na última sondagem, Jean Asselborn conseguiu apanhar a sua colega socialista. Desta vez, o ministro dos Negócios Estrangeiros perdeu 4 pontos. Esta descida talvez possa ser explicada, em parte, pelas fortes críticas que recebeu dos partidos da oposição na Câmara após a sua declaração anual sobre política externa, a 8 de Novembro. Claude Wiseler (CSV) criticou-o por não dar uma visão clara da sua política externa. 

Atrás da dupla LSAP, também os liberais são repetentes no pódio, o primeiro-ministro Xavier Bettel em terceiro lugar (72%), seguido pela burgomestre da capital Lydie Polfer (64%). Ambos conseguiram ganhar um ponto em comparação com maio de 2022. 

O político da oposição com a pontuação mais alta continua a ser Sven Clement (Partido Pirata), em quinto lugar, mas perdeu 3 pontos (60%). O deputado Pirata tem-se destacado pelas críticas mordazes ao governo. Em setembro, acusou Claude Turmes (déi gréng) de favorecer grupos petrolíferos em detrimento dos consumidores. Ao Wort, ministro da Energia rejeitou as acusações.


Paulette Lenert não descarta candidatura a primeira-ministra
Ministra da Saúde expressou a vontade de se envolver ainda mais na política do país.

Finalmente, há poucas mudanças no Top 10 dos políticos avaliados pela sua "simpatia e competência", que é dominada principalmente pela coligação governativa. No entanto, a nova classificação é desfavorável ao ministro do Turismo e das Classes Médias Lex Delles (DP), que perdeu 9 pontos e caiu para o 8º lugar, permitindo a Taina Bofferding (LSAP) recuperar o 6º lugar. O homem que tomou as rédeas do partido liberal em junho passado está agora atrás de Sven Clement e Claude Wiseler, co-presidente do CSV. Lex Delles perdeu, mesmo, 10 pontos de simpatia de acordo com esta nova sondagem. 

Yuriko Backes (DP) entra no Top 10 (com 46% das opiniões favoráveis), enquanto Franz Fayot (LSAP) já não está no Top 10 (45%, -4 pontos). A ministra das Finanças ganhou, assim, 5 pontos adicionais, uma vez que está no ranking pela segunda vez desde que entrou para o governo, em janeiro de 2022, na sequência da saída de Pierre Gramegna.

Progressão de novas personalidades

A figura política que fez mais progressos (+6 pts) desde maio passado neste novo ranking é também uma nova ministra, a ecologista Joëlle Welfring, que assumiu a pasta do Ambiente em maio, na sequência da demissão de Carole Dieschbourg. A governante reuniu 31% de opiniões favoráveis. Georges Engel, ministro do Trabalho e do Desporto desde o início do ano, é apenas ligeiramente mais popular (44%, +2 pontos).

Em comparação com a última sondagem, a nova deputada e co-presidente do CSV, Elisabeth Margue, que acaba de suceder a Viviane Reding, que se reformou recentemente, ganhou mais cinco pontos (24%). Mas, apesar disso, continua a estar no fundo da classificação. Fred Keup, Presidente da ADR (desde março passado), também fez progressos semelhantes, mas continua no fundo da lista com 19% de opiniões favoráveis.

Por outro lado, várias personalidades estão em apuros, tais como o deputado-burgomestre de Dudelange, Dan Biancalana. O co-presidente do LSAP está em 23º lugar com 34% de opiniões favoráveis (-6 pontos). Claude Haagen, ministro da Agricultura e da Segurança Social desde janeiro, perdeu 5 pontos e obteve apenas 31% de opiniões favoráveis. Uma pontuação que partilha com o seu colega Claude Turmes (-7 pontos). Estará o ministro da Energia está a pagar pela atual crise energética?

 A grande divisão entre simpatia e competência

Mais do que um político deve o seu resultado à sua boa pontuação numa das duas categorias. Lydie Polfer, Yuriko Backes e Laurent Mosar (CSV), por exemplo, beneficiaram das suas pontuações de competência (70%, 52% e 42% respetivamente) para compensar as suas pontuações de simpatia mais baixas (58%, 39% e 32% respetivamente). Fernand Etgen é o único cuja pontuação se baseia principalmente na simpatia: 43% em comparação com os 35% que o consideram competente.

Quem são os cinco políticos menos populares?

O Instituto Ilres também se debruçou sobre a notoriedade dos políticos. No Top 5 das personalidades mais conhecidas estão Xavier Bettel (99%), François Bausch (98%), Paulette Lenert e Lydie Polfer (ambos 97%) e Sven Clement (92%).

Se Yuriko Backes ganhou pontos em termos de simpatia e competência, é sem dúvida porque os inquiridos também a identificam mais facilmente. De facto, em termos de notoriedade, ganhou nove pontos adicionais (83%) em seis meses. Os novos ministros Georges Engel (88%) e Joëlle Welfring (75%) também conseguiram aumentar a sua notoriedade, com +6 pontos cada um.

No fundo da tabela estão a co-presidente dos ecologistas Meris Šehović (62%), a nova deputada do CSV Elisabeth Margue (65%) e o deputado e conselheiro comunal ecologista François Benoy (67%). Nathalie Oberweis, do déi Lénk, é conhecida por 70% dos inquiridos, e Léon Gloden, vice-prefeito de Grevenmacher (CSV), está um pouco melhor, com mais um ponto  (71%).

(Este artigo foi originalmente publicado no Virgule e adaptado para o Contacto por Maria Monteiro.)

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.