Escolha as suas informações

Paulette Lenert de volta ao trabalho esta segunda-feira
Luxemburgo 19.04.2021

Paulette Lenert de volta ao trabalho esta segunda-feira

Paulette Lenert de volta ao trabalho esta segunda-feira

Foto: Chris Karaba/Luxemburger Wort
Luxemburgo 19.04.2021

Paulette Lenert de volta ao trabalho esta segunda-feira

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A ministra da Saúde esteve a recuperar de uma má disposição desde o final de março.

A ministra da Saúde, Paulette Lenert, regressa esta segunda-feira ao trabalho após ter estado cerca de um mês em repouso em casa. Lenert sentiu-me mal a 23 de março, tendo sido hospitalizada durante um curto período. 

Durante a ausência de Lenert, o ministro da Segurança Social, Romain Schneider assegurou temporariamente a pasta da Saúde. 

Lenert tinha assumido este Ministério pouco antes do início da crise sanitária, uma reorganização que se deveu à saída do antigo ministro Etienne Schneider, em fevereiro de 2020. O excesso de trabalho e de pressão na gestão da pandemia no país poderão poderá ter levado à indisposição de Paulette Lenert, de 52 anos.

A ministra regressa num contexto difícil na gestão da pandemia, nomeadamente no que toca às vacinas contra a covid-19. Um dos casos diz respeito à morte de uma mulher de 74 anos, em que as autoridades suspeitam poder haver uma ligação à toma da vacina da AstraZeneca. As autoridades de saúde decidiram entretanto continuar a utilizar o fármaco no Luxemburgo, mas com algumas restrições.  


Medidas anti-covid prolongadas até 15 de maio
As restrições para conter a pandemia vão manter-se em vigor no Luxemburgo até 15 de maio. Continua tudo como está. Assim decidiu hoje o Governo que se reuniu em Conselho de Ministros.

Em relação a uma outra vacina, a Janssen, apesar da recomendação de suspensão pelas autoridades americanas, o ministério de Lenert decidiu continuar com a vacinação com o fármaco da Johnson & Johnson no Grão-Ducado.

Na semana passada soube-se também que o país vai manter as restrições contra a pandemia pelo menos até 15 de maio. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas