Escolha as suas informações

Pandemia acelera no Luxemburgo. Mais de 2.300 novas infeções em apenas uma semana
Luxemburgo 3 min. 01.12.2021
Covid-19

Pandemia acelera no Luxemburgo. Mais de 2.300 novas infeções em apenas uma semana

Covid-19

Pandemia acelera no Luxemburgo. Mais de 2.300 novas infeções em apenas uma semana

Foto: Moritz Frankenberg/dpa
Luxemburgo 3 min. 01.12.2021
Covid-19

Pandemia acelera no Luxemburgo. Mais de 2.300 novas infeções em apenas uma semana

Paula DE FREITAS FERREIRA
Paula DE FREITAS FERREIRA
Das 2.373 pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus, 1237 não estavam vacinadas e 1136 tinham o esquema vacinal completo, indica o Ministério da Saúde. Crianças até aos 9 anos são o segundo grupo com maior percentagem de novas infeções.

Os números de covid-19 têm subido no Luxemburgo, à semelhança dos restantes países europeus. No dia em que o Ministério da Saúde publicou o relatório semanal referente à pandemia, o Grão-Ducado bateu o recorde de casos de 2021: foram mais 585 novas infeções, o valor mais alto desde novembro do ano passado. 

Os dados referentes à semana de 22 a 28 de novembro confirmam o acelerar da pandemia no país: 2.373 testaram positivo para o novo coronavírus, um aumento de quase 500 casos em relação à semana anterior (15 a 21 de novembro), quando tinham sido registados 1897. Em sete dias, mais 476 pessoas ficaram infetadas com o novo coronavírus. O número de infeções ativas também aumentou, de 3.334 para 4.268.


Mais 585 casos de covid-19 no Luxemburgo. É o número mais alto desde 2020
Há 51 doentes internados (menos um desde a última atualização) - 13 em Cuidados Intensivos, um aumento em relação à atualização de terça-feira. Há ainda uma morte a registar.

A taxa de incidência (número de casos por 100 mil habitantes em sete dias) também aumentou, estando agora nos 373,86. Na semana anterior, os casos de covid-19 por 100 mil habitantes pautavam-se pelos 298,87. Apesar da subida da taxa, durante a semana de 22 a 28 de novembro, a taxa efetiva de reprodução (RT) diminuiu para 1,16.  

“Em comparação com a semana anterior, a taxa de incidência aumentou em todas as faixas etárias. O maior aumento é registado entre aqueles com 75 anos ou mais (+58%) seguido da faixa etária dos 60-74 (+43%)”.

Vacinados e não vacinados: não há grande diferença entre os infetados 

A idade média das pessoas com diagnóstico positivo de covid-19 é de 33,4 anos, indica também o relatório. Das 2373 pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus, 1237 não estavam vacinadas e 1136 tinham o esquema vacinal completo, indica o Ministério da Saúde. 

Ainda assim, o Ministério da Saúde frisa no relatório que "pessoas não vacinadas têm duas vezes mais hipóteses de serem infetadas do que pessoas com um esquema de vacinação completo".

Os contágios acontecem mais no círculo familiar (37,3%) com o sistema de educação logo atrás, ao registar 18,8% dos casos, dos quais 12,2% correspondem ao ensino fundamental.

O número de mortes também aumentou – na semana de 15 a 21 de novembro registaram-se três óbitos por covid-19 e na seguinte, aquela a que o relatório se refere – contabilizaram-se 11 mortes devido à infeção. A idade média das pessoas que morreram por covid-19 na semana de 22 a 28 de novembro é de 77 anos. 

Idade média de doentes internados com covid-19 é de 58 anos


Pupils from an elementary school in Bischwiller, eastern France, listen to their teacher, on November 2, 2020, as part of a tribute to slain history teacher Samuel Paty, who was beheaded by an attacker for showing pupils cartoons of the Prophet Mohammed in his civics class, on October 19, 2020, in Conflans-Sainte-Honorine, northwest of Paris. - Schoolchildren across France were to observe a minute of silence at 11:00 am (1000 GMT), as students returned to classes after the autumn break, to remember Samuel Paty, 47, who was killed in Conflans-Sainte-Honorine, outside Paris, on October 16 just as the holiday began. Paty had shown his class a cartoon of the prophet Mohammed for a lesson on freedom of expression, spurring an online campaign targeting him. His killing further set France on edge as French president spearheads a campaign against Islamist radicalism. (Photo by PATRICK HERTZOG / AFP)
Vacinação em crianças a partir dos 5 anos deverá arrancar nas férias de Natal
EMA aprova vacinação nos menores entre os 5 e os 11 anos.

Também na mesma semana, as hospitalizações de doentes covid-19 em enfermaria subiram de 39 para 43 e há mais uma pessoa em UCI (eram 10, agora são 11). A idade média dos internados é de 58 anos. 

Das 2373 pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus na semana de 22 a 28 de novembro, a maior percentagem (18,4%) de novas infeções refere-se à faixa etária dos 40-49 anos (437 novos casos), seguida da faixa etária dos 0 aos 9 anos (17,28%, 423 novos casos) e da faixa etária dos 30 aos 39 anos (17,3%, 411 novas infeções). 

Nas escolas, três turmas foram colocadas em quarentena durante a semana de 22 a 28 de novembro: duas no Centro Escolar Koetschette "Raoul Follereau" e uma na escola primária em Redange. Um total de 56 alunos e um professor tiveram resultados positivos nestes estabelecimentos de ensino.  


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas