Escolha as suas informações

Luxemburgo. Onda de assaltos a casas registada na quarta-feira
Luxemburgo 11.08.2022
Crime

Luxemburgo. Onda de assaltos a casas registada na quarta-feira

Crime

Luxemburgo. Onda de assaltos a casas registada na quarta-feira

Foto: Rafael Classen/Pexels
Luxemburgo 11.08.2022
Crime

Luxemburgo. Onda de assaltos a casas registada na quarta-feira

Redação
Redação
A polícia grã-ducal recebeu seis queixas de roubo ou tentativas de roubo.

A onda de assaltos registada no início do mês, numa altura em que muita gente deixa as suas casas para passar férias noutras partes do país ou no estrangeiro, devido às férias, parece ter voltado a ganhar força.

De acordo com a polícia, na manhã de quarta-feira, antes das 9h, foi arrombado um apartamento no terceiro andar de um prédio em Esch-sur-Alzette.

Já durante a tarde, uma moradia em Hollerich foi invadida pelas traseiras, por onde os assaltantes forçaram a entrada. 


Proteja a sua casa nas férias. Seis conselhos da polícia
Um assalto e duas tentativas de invasão foram reportados domingo pela polícia do Luxemburgo. Saiba como manter a casa segura na sua ausência.

Pelas 17h, foi registada uma ocorrência semelhante numa casa em Oetrange. Os ladrões arrombaram uma porta e vasculharam tudo o que estava lá dentro.

Em Limpertsberg, uma ou mais pessoas tentaram entrar em duas casas, mas não foram bem sucedidas.

À noite, um assaltante partiu a janela de uma loja, também em Limpertsberg e levou dinheiro e várias garrafas de álcool.

Também foi relatada uma tentativa de roubo numa empresa do parque empresarial de Ehlerange.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Yara Gaspar vive com o marido num quarto alugado há sete anos. Juntamente com cinco famílias estão a ser despejados em plena pandemia. O drama desta licenciada em gestão que no Grão-Ducado não consegue casa e trabalha normalmente nas limpezas.
Despejos
De 2016 para 2017, aumentaram 8,1% o número de roubos e assaltos a casas e a moradias. O maior aumento verificou-se em casas que estavam no momento do assalto desabitadas. O Contacto lembra-lhe a vaga de assaltos da semana passada e dá-lhe a conhecer algumas histórias que serão desenvolvidas no jornal desta semana.