Escolha as suas informações

O que dizem os primeiros passageiros sobre a circulação do elétrico?
A ligação do elétrico, funicular e comboios dos CFL foi inaugurada este domingo.

O que dizem os primeiros passageiros sobre a circulação do elétrico?

Foto: Laurent Blum
A ligação do elétrico, funicular e comboios dos CFL foi inaugurada este domingo.
Luxemburgo 24 1 11.12.2017

O que dizem os primeiros passageiros sobre a circulação do elétrico?

O elétrico da cidade do Luxemburgo e o funicular de Pfaffenthal começaram a circular este domingo, numa inauguração que contou com a presença do casal grão-ducal. Apesar do frio, muita gente não quis perder a inauguração.

O elétrico da cidade do Luxemburgo e o funicular de Pfaffenthal começaram a circular este domingo, numa inauguração que contou com a presença do casal grão-ducal. Apesar do frio, muita gente não quis perder a inauguração. A edição francesa do Wort esteve no local e recolheu as primeiras impressões dos passageiros.

O elétrico da cidade do Luxemburgo, que liga a LuxExpo e a Ponte Grande-Duchesse Charlotte, vulgarmente conhecida como ‘Ponte Vermelha’, vai ser gratuito até ao dia 31 de janeiro de 2018.

De segunda a sexta-feira, o primeiro elétrico do dia arranca às 4h42 da LuxExpo, circulando de seis em seis minutos, entre as 6h30 e as 19h30. Fora destes horários, terá uma cadência de 10 a 15 minutos.

Ao sábado, a primeira saída da LuxExpo acontece às 5h40. A cadência é de 10 minutos entre as 8h e as 19h30. Ao domingo, circulará de 15 em 15 minutos.

Casal grão-ducal inaugura elétrico e funicular

O casal grão-ducal, o presidente da Câmara dos Deputados Mars di Bartolomeo, o primeiro-ministro Xavier Bettel e a burgomestre da capital Lydie Polfer, foram algumas das individualidades que marcaram presença na inauguração do elétrico e do funicular. Vejas as imagens.



Notícias relacionadas

Mobilidade: Elétrico gratuito até fevereiro 2018
O elétrico da cidade do Luxemburgo, que começa a circular no próximo domingo (10), vai ser gratuito até ao dia 31 de janeiro de 2018, anunciou o ministro do Desenvolvimento Sustentável e das Infraestruturas, François Bausch.