Escolha as suas informações

"O Luxemburgo já está na quarta vaga da pandemia"
Luxemburgo 27.10.2021
Covid-19

"O Luxemburgo já está na quarta vaga da pandemia"

Covid-19

"O Luxemburgo já está na quarta vaga da pandemia"

Foto: Guy Jallay
Luxemburgo 27.10.2021
Covid-19

"O Luxemburgo já está na quarta vaga da pandemia"

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Paulette Lenert confirmou esta quarta-feria que o Grão-Ducado já entrou numa quarta vaga da pandemia de covid-19. A situação é idêntica à registada no final do mês de outubro de 2020, com o número de internamentos a subir.

"O Luxemburgo já está na quarta vaga da pandemia, como é o caso de outros países europeus". A afirmação foi da ministra da Saúde, Paulette Lenert, esta quarta-feira, em conferência de imprensa. Segundo Lenert a situação é idêntica à registada no final do mês de outubro do ano passado.


Luxemburgo com 161 novos casos no último dia
Não há mortes a registar.

O número de pessoas hospitalizadas também continua a aumentar. Segundo o balanço diário apresentado pela governante, estão atualmente 38 pessoas hospitalizadas, das quais nove nos cuidados intensivos. Um aumento de oito pessoas em comparação com esta terça-feira. Esta quarta-feira há ainda mais uma morte a lamentar devido à covid-19, elevando para 843 o número de óbitos no país. 

Na apresentação aos jornalistas, o Diretor da Saúde, Jean-Claude Schmit, adianto que atualmente o vírus circula sobretudo junto dos mais novos que ainda não foram vacinados.   

Segundo a responsável pela pasta da Saúde, 83% das pessoas hospitalizadas não estão vacinadas, o que demonstra a eficácia dos fármacos contra o SARS-CoV-2. Lenert mostrou-se confiante quanto à vacinação no país, dizendo que lentamente o Luxemburgo se aproxima dos 80% da população vacinada. Atualmente a taxa de vacinação completa é de 75%, sendo que mais pessoas aderiram à primeira dose. As medidas anunciadas pelo Governo, nomeadamente o uso mais generalizado do CovidCheck, têm "trazido resultados", congratulou-se Paulette Lenert, tal como comprova a maior adesão à vacinação nos últimos, referiu ainda.


Imagem ilustração
O que vai mudar? Bélgica volta a impor restrições sanitárias
O Governo belga repôs hoje, perante o aumento das infeções com covid-19 e das hospitalizações, algumas restrições de combate à pandemia que levantara há apenas algumas semanas e alargou à totalidade do território a obrigatoriedade do passe sanitário.

Na conferência, a ministra informou também que os testes PCR gratuitos para quem não tem vacinação completa foram alargados aos residentes que tomarem a primeira dose até 10 de novembro.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Ainda não se sabe se uma terceira dose da vacina anticovid-19 vai ser necessária, mas se for o caso, o Luxemburgo está preparado para esse facto. A garantia é dada pela ministra da Saúde, Paulette Lenert, numa resposta parlamentar ao deputado do ADR, Jeff Engelen.