Escolha as suas informações

Número de infetados nos setores da "linha da frente" é pouco significativo
Luxemburgo 30.06.2020

Número de infetados nos setores da "linha da frente" é pouco significativo

Número de infetados nos setores da "linha da frente" é pouco significativo

Photo: Chris Karaba
Luxemburgo 30.06.2020

Número de infetados nos setores da "linha da frente" é pouco significativo

Dos 324 trabalhadores sa construção testados entre abril e maio, cinco contraíram a infeção do novo coronavírus. Os casos entre os funcionários dos lares, comércio e escolas também não são significativos.

Entre os trabalhadores da linha da frente, mais expostos ao vírus, o número de infeções contabilizadas entre abril e maio não foi significativo, segundo o ministério da Saúde, em resposta a uma questão parlamentar do deputado Marc Spautz do CSV. 

A contas do governo têm por base o número de testes positivos realizados de forma voluntário aos setores que, apesar da pandemia, se mantêm ou retomaram atividade. 

Assim, segundo os dados apurados pelas autoridades sanitárias luxemburguesas, dos 324 trabalhadores do setor da construção que realizaram o teste de diagnóstico, apenas 5 testaram positivo para a covid-19. 

No caso específico do comércio, das 137 pessoas que se voluntariaram no rastreio nenhuma foi diagnosticada com a infeção que não faz mortes no Grão-Ducado há mais de um mês, desde 24 de maio. 

No que respeita aos professores do ensino secundário e fundamental, apenas um testou positivo para o novo coronavírus desde que as escolas reabriram. Em detalhe, o ministério fala numa proporção de 0,1% infetados para os 1.582 docentes que realizaram o teste voluntariamente num dos 17 centros "drive-through" que o país pretende manter em funcionamento até ao final do mês de junho. 

Considerados "essenciais" durante o período de confinamento, 11.964 trabalhadores dos lares de idosos sujeitaram-se à prova dos nove. Desses, 11 estavam efetivamente infetados. 


  


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas