Escolha as suas informações

Número de baixas médicas em alta em 2018
Luxemburgo 08.08.2019

Número de baixas médicas em alta em 2018

Número de baixas médicas em alta em 2018

Foto: Anouk Antony
Luxemburgo 08.08.2019

Número de baixas médicas em alta em 2018

Susy TEIXEIRA MARTINS
Susy TEIXEIRA MARTINS
42.000 baixas médicas devem-se a acidentes de trabalho.

A Caixa Nacional de Saúde (CNS) recebeu cerca de 769.000 certificados de incapacidade de trabalho, devido a acidente ou doença, em 2018.

Um aumento de 15,6% em comparação com o ano anterior, sendo que 42.000 baixas médicas deveram-se a acidentes de trabalho.

O aumento anual pode, em parte, ser explicado com a subida do número de afiliados, que aumentou 2,8% entre 2017 e 2018, fixando o número de pessoas com cobertura social em cerca de 858.000, das quais mais de 300.000 não residem no Luxemburgo.

O relatório anual da CNS, publicado esta semana, refere ainda que houve 66.000 pedidos de licença por razões familiares, por exemplo, em caso de doença de um filho menor de idade.

Do relatório constam ainda dados 'soltos', como por exemplo, o facto de a CNS receber em média 1.500 chamadas por dia e 6.000 e-mails por mês. Outro dado interessante, a CNS recebe à volta de 10.000 cartas por dia, na maioria dos casos trata-se de certificados médicos ou de pedidos de reembolso.

No diz respeito às comparticipações, a CNS dá conta de um número impressionante: cinco milhões de euros de faturas reembolsadas, ou seja, mais 230.000 do que em 2017, representando um aumento anual de 5%.

Note-se que a Caixa Nacional de Saúde dispõe de 16 balcões espalhados pelo país.


Notícias relacionadas