Nova creche em Mamer também fala português

Duas sócias portuguesas e uma educadora italiana abriram a creche PiCaPi, em Mamer, um jardim infantil onde também se fala português. Além de poliglota e multicultural, a nova creche tem também horários alargados: aqui, os pais podem estar descansados das 7h às 19h.

Sócias portuguesas e italiana abriram jardim infantil multicultural
Sócias portuguesas e italiana abriram jardim infantil multicultural

Não tem nada que enganar. A creche PiCaPi, que abriu portas em Julho, fica em pleno centro de Mamer, na rue du Millénaire, no 9, e distingue-se da oferta habitual. A começar pelos horários alargados e a abertura à multiculturalidade e criatividade.

"Queremos que as crianças aprendam a viver como em família, de uma forma intercultural, respeitando-se umas às outras, e que sejam criativas e poliglotas. Aqui falam-se as línguas oficiais do país e também português e italiano, e temos mesmo livros em várias línguas", explica Teresa Pimentel, uma das três sócias da creche.

A creche PiCaPi tem capacidade para 24 crianças, dos dois meses aos quatro anos, e está equipada com material vindo de Portugal. Das salas de jogos ao cantinho da leitura, passando pelo dormitório e o jardim de 115 m2, a maior parte do equipamento vem de uma empresa artesanal em Portugal, explica Teresa Pimentel, que tem uma longa experiência com crianças e jovens.

A tradutora e escritora foi co-fundadora da associação "D'ici et d'ailleurs" (DIDA), premiada em 2008 com o prémio "Osons vivre ensemble" ("Ousemos viver juntos"), que distingue as associações que promovem a multiculturalidade e o entendimento mútuo entre os povos no Luxemburgo.

A Teresa Pimentel juntaram-se a filha Diana, licenciada em enfermagem, e a educadora italiana Rosanna Casonato, licenciada também em línguas estrangeiras. O objectivo é dar resposta às necessidades dos pais e das crianças no Luxemburgo, de uma forma flexível e personalizada.

Aberta das 7h da manhã às 7h da tarde (com possibilidade de vir a alargar os horários, em função das necessidades dos pais), a nova creche propõe também serviços de guarda ocasional de crianças ("dépannage").

"Quando as outras creches fecham nas férias, ou as crianças estão em casa mas os pais adoecem, ou têm uma emergência, podem deixar os filhos connosco durante algumas horas", explica Rosanna Casonato.

A creche prevê ainda um serviço de transporte ("ramassage scolaire"). As refeições são fornecidas pela empresa Eurest MiniRosell, e são especialmente concebidas para garantir uma alimentação equilibrada para as crianças.

O cuidado posto na decoração das instalações vê-se em todos os pormenores, dos cacifos individuais aos cantinhos de brincadeiras. Mas o orgulho das três sócias é o jardim privativo: decorado com desenhos vivos de animais, incluindo da mascote da creche, o ouriço-cacheiro PiCaPi, o jardim conta mesmo com uma casinha de brincar que lembra as histórias infantis e faz a alegria das crianças.

A creche PiCaPi aceita cheques-serviço e propõe tarifas para fronteiriços.

Mais informações e inscrições pelos telefones 26 310 310 e 621 137 935, ou nas instalações da creche (9, rue du Millénaire – em frente aos Correios –, em Mamer).

A creche PiCaPi tem também um portal com informações na internet (www.crechepicapi.lu).