Escolha as suas informações

Nordstross: Hoje é inaugurado o último troço da A7
Luxemburgo 1 2 min. 23.09.2015

Nordstross: Hoje é inaugurado o último troço da A7

Hoje é finalmente inaugurado o último troço da "Nordstrooss" (ou "Route du Nord"), a auto-estrada do Norte (A7), entre Lorentzweiler e Kirchberg. Foram 18 anos de obras, só para este último troço, mas o projecto tinha sido pensado desde os anos 1960.

Hoje é finalmente inaugurado o último troço da "Nordstrooss" (ou "Route du Nord"), a auto-estrada do Norte (A7), entre Lorentzweiler e Kirchberg. Foram 18 anos de obras, só para este último troço, mas o projecto tinha sido pensado desde os anos 1960.

A inaguração oficial acontece hoje às 15h na presença de representantes do Governo e de autoridades locais, mas o troço só abre esta noite para os automobilistas.

O troço de 8,5 quilómetros entre o túnel de Waldhaff, junto ao Kirchberg, e Lorentzweiler é último elo dos 33,3 quilómetros da A7 que faltava completar.

(Neste vídeo pode viajar virtualmente pela A7 desde o Kirchberg até Lorentzweiler)


Um projecto que remonta aos anos 1960

No seu traçado completo, a A7 liga a cidade do Luxemburgo a Ettelbruck.

Pensada em 1964/65 para ligar a ponte vermelha em Kirchberg (construída em 1966, no mesmo ano que a ponte 25 de Abril) ao Norte do Grão-Ducado, a A7 fica assim finalmente concluída.

Em 1979 foi decidido construir a variante de Ettelbruck e a ponte sobre o rio Sûre junto a Ingeldorf, que ficou concluída em 1984 e que deveria ficar ligada à futura A7.

Em 1992, o Parlamento aprova uma "decisão de princípio" para construir uma variante leste ao "Contournement" da cidade do Luxemburgo para ligar à projectada A7. O projecto-lei só será aprovado cinco anos mais tarde, em 1997.

Em 1993 é construída a variante de Schieren (2,3 km) para ligar a variante de Ettelbruck à Nordstrooss.

Em 1995 fica decidido o traçado definitivo da A7 entre Mersch e o Kirchberg. A ponte Mierscherbierg, junto a Mersch, fica concluída em 1995.

Em 2001 fica completado o troço da A7 entre Mersch e Colmar-berg (10,5 km). Um ano depois abrem 1,37 km suplementares entre o Kirchberg e o Waldhaff. 

O túnel Grouft (2,695 km) começa a ser construído em 2005 e três anos depois começa também a perfuração do túnel Staffelter (1,850 km).

O troço entre Lorentzweiler e Mersch (4 km), que inclui o túnel Gousselerbierg (2,695 km), abre ao trânsito em 2008, depois de sete anos de obras.

O troço da A7 entre Mersch e Kircheberg custou 892 milhões de euros. Em 1997, quando foi aprovado o projecto-lei no Parlamento, o custo previsto era de 366 milhões de euros, quase um terço do valor final.


Notícias relacionadas