Escolha as suas informações

Natalie Silva tomou posse como burgomestre de Larochette
Luxemburgo 3 10.11.2017 Do nosso arquivo online

Natalie Silva tomou posse como burgomestre de Larochette

Natalie Silva prestou juramento como burgomestre de Larochette.

Natalie Silva tomou posse como burgomestre de Larochette

Natalie Silva prestou juramento como burgomestre de Larochette.
Foto: Guy Jallay / Contacto
Luxemburgo 3 10.11.2017 Do nosso arquivo online

Natalie Silva tomou posse como burgomestre de Larochette

Natalie Silva prestou esta semana juramento como burgomestre de Larochette, numa cerimónia com o ministro do Interior, Dan Kersch. A autarca de origem cabo-verdiana jurou "fidelidade ao Grão-Duque, respeitar a Constituição e as leis do país, e cumprir com zelo, exatidão, integridade e imparcialidade" as funções que lhe são confiadas.

Natalie Silva prestou esta semana juramento como burgomestre de Larochette, numa cerimónia com o ministro do Interior, Dan Kersch. A autarca de origem cabo-verdiana jurou "fidelidade ao Grão-Duque, respeitar a Constituição e as leis do país, e cumprir com zelo, exatidão, integridade e imparcialidade" as funções que lhe são confiadas.  

Filha de imigrantes cabo-verdianos que chegaram ao Luxemburgo em 1971, Natalie Silva é a primeira burgomestre lusófona no país e vai ser também a primeira mulher a liderar a "autarquia mais portuguesa" do Grão-Ducado.

Natalie Silva venceu em 8 de outubro as eleições municipais em Larochette, com 471 votos, mais 118 que o segundo classificado. A autarca, que era primeira vereadora desde 2011, ocupou o cargo deixado vago por Pierre Wies, que não se recandidatou nestas eleições, depois de ter governado a autarquia durante 26 anos.

Antes de ser eleita vereadora em 2011, Natalie Silva já trabalhava como conselheira política do CSV desde 2004. Licenciada em Relações Públicas, em Bruxelas, Natalie Silva nasceu em Ettelbruck, filha de imigrantes cabo-verdianos que chegaram ao Luxemburgo em 1971, vindos de Portugal. Foi antes da independência das ex-colónias, e os pais tinham nacionalidade portuguesa, mas acabariam por obter o passaporte luxemburguês. 


Notícias relacionadas

Natalie Silva venceu as eleições em Larochette, com 471 votos. Filha de imigrantes cabo-verdianos que chegaram ao Luxemburgo em 1971, a autarca, que era vereadora desde 2011, deverá ser a próxima burgomestre da localidade.
A vereadora de origem cabo-verdiana foi a candidata mais votada em Larochette.
A localidade mais portuguesa do Luxemburgo pode vir a ter uma burgomestre que fala português. O atual burgomestre de Larochette não se recandidata, abrindo caminho a Natalie Silva, que em 2011 teve o segundo melhor resultado. A vereadora de origem cabo-verdiana serviu de guia ao Contacto.
Reportage Larochette - élections communales, Foto Lex Kleren