Escolha as suas informações

Na segunda-feira à noite: Marcelo deu passeio noturno com grão-duque Henri pela capital
O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa (E), é acompanhado pelo Grão Duque Henrique (D) do Luxemburgo num curto passeio pelas ruas da cidade, 22 de maio de 2017. Marcelo Rebelo de Sousa encontra-se no Luxemburgo para uma visita oficial de 3 dias. JOÃO RELVAS/LUSA

Na segunda-feira à noite: Marcelo deu passeio noturno com grão-duque Henri pela capital

Foto: João Relvas / LUSA
O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa (E), é acompanhado pelo Grão Duque Henrique (D) do Luxemburgo num curto passeio pelas ruas da cidade, 22 de maio de 2017. Marcelo Rebelo de Sousa encontra-se no Luxemburgo para uma visita oficial de 3 dias. JOÃO RELVAS/LUSA
Luxemburgo 11 3 min. 23.05.2017

Na segunda-feira à noite: Marcelo deu passeio noturno com grão-duque Henri pela capital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deu um passeio noturno na companhia do Grão-Duque Henri, pela cidade do Luxemburgo, após a sua chegada ao Grão-Ducado, na segunda-feira à noite.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deu um passeio noturno na companhia do Grão-Duque Henri, pela cidade do Luxemburgo, após a sua chegada ao Grão-Ducado, na segunda-feira à noite.

"Acabei de chegar e o grão-duque Henri convidou-me para um passeio. Achei muito simpático da sua parte e aceitei, claro!", disse o chefe de Estado português ao Contacto e à Rádio Latina, minutos após a sua chegada ao Palácio Grão-Ducal, onde pernoitou.

O Presidente da República (PR) aterrou na segunda-feira, cerca das 20h30, no aeroporto do Findel, seguindo de imediato para o Palácio Grão-Ducal, onde chegou cerca das 21h.

Neste seu primeiro serão no Luxemburgo, o PR português não tinha nenhum encontro na agenda, até porque o programa oficial da visita de Estado só começa esta terça-feira, mas aceitou o convite do chefe de Estado luxemburguês

O grão-duque e o Presidente português deram um passeio a pé pelo parte antiga da cidade do Luxemburgo durante cerca de meia hora.

Pelo caminho, Marcelo viu uma bandeira portuguesa na montra de um café e fez questão de entrar. Os clientes não eram muitos, mas ainda tirou ‘selfies' com dois empregados portugueses. Depois de ajudar um dos portugueses a tirar a ‘selfie’, notou que a televisão estava sintonizada "num canal português a transmitir futebol".

Antes do passeio, Marcelo Rebelo de Sousa tinha acordado uma entrevista ao jornal Contacto e a Rádio Latina, no Palácio Grão-Ducal.

Marcelo, Celorico de Basto e Wiltz

Na entrevista, Marcelo falou de uma "coincidência" e de uma "magnífica convergência" de vontades que acontece nesta visita ao Luxemburgo, confiando que há muito que queria conhecer a peregrinação portuguesa de Wiltz, por esta localidade estar geminada com Celorico de Basto (Braga), de onde os avós paternos do Presidente são naturais. E foi assim que naturalmente aceitou, disse, o convite dos grão-duques para Wiltz que, aliás, o acompanham na quinta-feria àquela cidade do norte do Grão-Ducado.

Aos dois media portugueses, o PR falou ainda da saída de Portugal do Procedimento por Défice Excessivo (PDE), do Brexit, da emigração portuguesa e do Luxemburgo, que já visitou por diversas vezes, por exemplo em 1996, como líder do PSD, e a última vez em 2010, para dar uma conferência sobre o centenário da implantação da República em Portugal, que se comemorava nesse ano.

A entrevista pode ser lida no jornal Contacto desta quarta-feira e durante os noticiários da Rádio Latina.

Programa oficial de terça e quarta-feira

A maioria dos encontros oficiais está reservada para esta terça-feira. Marcelo vai ser oficialmente recebido pelos Grão-duques, Henri e Maria Teresa, esta manhã, seguindo-se a deposição de uma coroa de flores no Monumento Nacional da Solidariedade Luxemburguesa, no plateau du Saint-Esprit.

Após um almoço oferecido pelos soberanos, o PR tem previstas audiências com o presidente da Câmara dos Deputados, Mars di Bartolomeo, com o primeiro-ministro, Xavier Bettel, e com o chefe da diplomacia luxemburguesa, Jean Asselborn.

De seguida, o Presidente faz uma vista ao Cercle Cité, na place d'Armes, onde vai reunir-se com as autoridades municipais da cidade do Luxemburgo.

À noite, participa num jantar em sua honra oferecido pelos Grão-duques, no Palácio Grão-Ducal.

Na quarta-feira, 24 de maio, Marcelo Rebelo de Sousa visita a Sociedade Europeia de Satélites, em Betzdorf, onde tem um encontro com os trabalhadores portugueses desta empresa líder mundial de satélites, e o Data Centre – European Reliance Centre Luxembourg East, um centro de armazenamento de dados situado na mesma localidade.

Nesse dia, o chefe de Estado almoça com o primeiro-ministro luxemburguês, seguindo-se uma conferência de imprensa conjunta.

À tarde, Marcelo visita a Universidade do Luxemburgo, onde se encontra com estudantes e professores portugueses e onde será assinado um protocolo entre esta instituição e a Universidade do Porto.

Na quinta-feira, fora do programa oficial da visita de Estado, Marcelo vai permanecer no Luxemburgo em visita privada para participar com os grão-duques na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima, em Wiltz.

José Luís Correia/Manuela Pereira (com Lusa)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Xavier Bettel: Visita de Marcelo ao Luxemburgo “é muito importante” para os dois países
Marcelo Rebelo de Sousa chega ao Grão-Ducado já na próxima segunda-feira para uma visita de Estado de três dias. O Presidente da República vem a convite dos Grãos-Duques e tem uma agenda cheia, numa visita que “é muito importante” para os dois países, garante o gabinete de Xavier Bettel. Mas o ponto alto da visita deverá ser a peregrinação ao santuário de Fátima em Wiltz, no dia 25, onde são esperados milhares de portugueses.
Marcelo Rebelo de Sousa