Escolha as suas informações

Na cidade do Luxemburgo: Stëmm vun der Strooss serviu 40 mil refeições até outubro
Na cantina da associação Stëmm vun der Strooss (“A Voz da Rua”), aberta à hora de almoço de segunda a sexta-feira, o prato do dia custa 50 cêntimos, mas há quem não tenha sequer esse valor. Para quem não pode pagar, a sopa é gratuita.

Na cidade do Luxemburgo: Stëmm vun der Strooss serviu 40 mil refeições até outubro

Foto: Paulo Lobo /Arquivo LW
Na cantina da associação Stëmm vun der Strooss (“A Voz da Rua”), aberta à hora de almoço de segunda a sexta-feira, o prato do dia custa 50 cêntimos, mas há quem não tenha sequer esse valor. Para quem não pode pagar, a sopa é gratuita.
Luxemburgo 16.12.2016

Na cidade do Luxemburgo: Stëmm vun der Strooss serviu 40 mil refeições até outubro

A associação luxemburguesa Stëmm vun der Strooss (‘A voz da rua’, em português) serviu cerca de 40 mil refeições entre janeiro e outubro deste ano na cidade do Luxemburgo a pessoas carenciadas, revelou a diretora da instituição.

A associação luxemburguesa Stëmm vun der Strooss (‘A voz da rua’, em português) serviu cerca de 40 mil refeições entre janeiro e outubro deste ano na cidade do Luxemburgo a pessoas carenciadas, revelou a diretora da instituição.

De acordo com Alexandra Oxacelay, o número de refeições servidas deverá bater novos recordes, ultrapassando as 73 mil refeições servidas em 2015 nas cantinas sociais da cidade do Luxemburgo e de Esch-sur-Alzette.

Segundo a responsável da Stëmm vun der Strooss, o número de solicitações de pessoas carenciadas obrigou a associação a ‘fechar portas’ a alguns utentes.

Alexandra Oxacelay disse à RADIO LATINA que no passado mês de agosto, e pela primeira vez, a organização, que existe há vinte anos, teve de bloquear a entrada de pessoas na cantina da capital por ter chegado ao limite da sua capacidade.

A diretora da instituição revelou ainda que a Stëmm vun der Strooss está em negociações com a autarquia da capital do Luxemburgo para encontrar um novo espaço, de forma a poder continuar a ajudar quem mais precisa.

Alexandra Oxacelay sublinhou que a situação social está a deteriorar-se no Luxemburgo, com o “aumento da pobreza”.

A Stëmm vun der Strooss, que recentemente celebrou duas décadas de existência, tem duas cantinas sociais, uma em Hollerich (7 rue de la Fonderie), e outra em Esch-sur-Alzette (32 Grand Rue).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Hoje : Stëmm vun der Strooss espera 350 pessoas na sua Festa de Natal
São esperadas cerca de 350 pessoas esta quinta-feira na Festa de Natal da “Stëmm vun der Strooss”. Pessoas sem-abrigo, toxicodependentes, desempregados de longa duração, requerentes de asilo e jovens em situação precária vão ter direito a uma refeição, uma prenda e muita música, como referiu à Rádio Latina Alexandra Oxacelay, directora da associação.