Escolha as suas informações

Não se está menos imune por não ter tido reação à vacina
Luxemburgo 26.08.2021 Do nosso arquivo online
Covid-19

Não se está menos imune por não ter tido reação à vacina

Covid-19

Não se está menos imune por não ter tido reação à vacina

Foto: AFP
Luxemburgo 26.08.2021 Do nosso arquivo online
Covid-19

Não se está menos imune por não ter tido reação à vacina

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Os ensaios clínicos da vacina Pfizer, por exemplo, mostraram que 50% dos participantes não tiveram efeitos secundários, mas 90% dos vacinados desenvolveram imunidade contra o SARS-CoV-2.

Não há nenhuma ligação comprovada entre a reação secundária após a infeção da vacina anticovid-19 e o nível de imunidade. Uma afirmação do Ministério da Saúde feita através das redes sociais.

A maioria das vacinas tem efeitos secundários e o mesmo vale para as vacinas contra a covid-19. Daí ser normal desenvolver dores no local da injeção ou sintomas como febre ou dor de cabeça.


Luxemburgo. Infeções covid aumentam 50% na última semana
Entre 16-22 de agosto registaram-se 440 casos, o dobro da semana anterior. Ainda ontem, Xavier Bettel alertou para o crescimento esperado das infeções na rentrée, após o final das férias.

Mas se não for o caso, não há motivo de preocupação, sublinham as autoridades sanitárias. O facto de não ter uma reação mais forte não é indicador de que algo não esteja bem com o sistema imunitário ou que não esteja a criar anticorpos à vacina, acrescenta o Ministério da Saúde.

Falta de reação não significa falta de proteção. Os ensaios clínicos da vacina Pfizer, por exemplo, mostraram que 50% dos participantes não tiveram efeitos secundários, mas 90% dos vacinados desenvolveram imunidade contra o SARS-CoV-2.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas