Escolha as suas informações

Mulheres vivem mais quatro anos do que os homens no Luxemburgo
Luxemburgo 30.09.2020 Do nosso arquivo online

Mulheres vivem mais quatro anos do que os homens no Luxemburgo

Mulheres vivem mais quatro anos do que os homens no Luxemburgo

Foto: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Luxemburgo 30.09.2020 Do nosso arquivo online

Mulheres vivem mais quatro anos do que os homens no Luxemburgo

Diana ALVES
Diana ALVES
No Luxemburgo, as mulheres vivem, em média, mais quatro anos e meio do que os homens. Para elas, a esperança média de vida é de 84,6 anos e, para eles, de 80,1, segundo dados do Eurostat divulgados hoje e referentes a 2018.

No geral, a esperança média de vida no país, incluindo os dois sexos, é de 82,3 anos, verificando-se uma ligeira quebra face a 2016, ano em que a média era de 82,7.

Por cá, a média global é superior à média europeia de 81 anos. Comparativamente aos países vizinhos, apenas França apresenta uma média superior a do Luxemburgo: 82,9 anos.

As estatísticas do Eurostat, que incluem os dados por país e também por região – embora por cá não tenha havido um mapeamento por região devido à dimensão do Grão-Ducado –, mostram que, em 2016, a região espanhola de Madrid apresentada a esperança média de vida mais elevada da União Europeia, com 85,5 anos.

Quanto a Portugal, a população pode esperar viver até aos 81,5 anos. Se olharmos para as diferentes regiões, é no norte que se vive até mais tarde, até aos 82 anos. No outro extremo da lista está a região autónoma dos Açores, com 78,1 anos.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Trabalhadores no Luxemburgo são os que mais recebem por hora
Os trabalhadores no Grão-Ducado são os que mais recebem por hora. O Eurostat analisou as compensações recebidas pelos trabalhadores nos 28 Estados-membros e o Luxemburgo surge, então, em primeiro lugar, com uma compensação de 44 euros por hora.