Escolha as suas informações

Morte de pequeno Enzo no hospital continua por explicar
Luxemburgo 14.02.2020

Morte de pequeno Enzo no hospital continua por explicar

Morte de pequeno Enzo no hospital continua por explicar

Foto: Lex Kleren
Luxemburgo 14.02.2020

Morte de pequeno Enzo no hospital continua por explicar

Pais do menino, de quatro anos, que faleceu, em 2017, afirmam que a polícia não lhes diz nada há um ano. Investigação hospitalar está pronta.

Os pais do pequeno Enzo que, aos quatro anos faleceu no hospital, por razões ainda desconhecidas, já perderam a esperança de “saber a verdade” sobre o que se passou.

O menino morreu há três anos, a 12 de fevereiro de 2017, e apesar de haver investigações em curso, e outra concluída nenhum resultado foi dito aos pais da criança, noticia o Wort.

Le petit Enzo, 4 ans, est mort aux urgences de la Kannerklinik.
Le petit Enzo, 4 ans, est mort aux urgences de la Kannerklinik.
Photo: DR

"A última vez que tivemos notícias do departamento de investigação criminal foi há pouco mais de um ano", declarou a mãe de Enzo, citada pelo Wort E adiantou: “Quero apenas saber porque é que o meu filho morreu e o que deveria ter sido feito de forma diferente. Para evitar que uma tragédia igual se repita”.  


 O que os pais sabem é que naquele dia 8 de fevereiro de 2017 levaram o seu filho ao hospital de Dudelange, pois o menino queixava-se de fortes dores no estômago. A criança foi transferida para o Centre Hospitalier Emile Mayrisch, em Esch, onde os médicos diagnosticaram a Enzo uma infecção gastrointestinal. Receitaram-lhe medicação e enviaram-no para casa.

Só que as dores pioraram muito durante a noite e Enzo vomitou. Os pais foram de imediato com ele para as urgências da KannerKlinik (que tem acordo com o Centre Hospitalier do Luxembourg), a 10 de fevereiro. Ali, o médico descobriu que toda a atividade do intestino da criança tinha deixado de funcionar completamente”, contou a avó de Enzo citada pelo Wort. Enzo não conseguiu sobreviver e faleceu na manhã seguinte.

 Investigação hospitalar concluída

Os pais do menino na busca de explicações deram autorização para a realização da autópsia pedida pelo Centre Hospitalier du Luxembourg (CHL). O resultado revelou que Enzo morreu devido a uma grave infeção gastrointestinal e a uma desidratação.

O Ministério Público abriu uma investigação por “morte suspeita”, as autoridades da saúde desencadearam outra investigação ao nível dos dois hospitais. Esta está já concluída e visou investigar se todos os procedimentos clínicos foram corretamente aplicados pelos médicos que trataram Enzo. Segundo frisa o Wort este relatório não será divulgado publicamente.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.