Escolha as suas informações

Morreram 25 motociclistas em quatro anos no Luxemburgo

Morreram 25 motociclistas em quatro anos no Luxemburgo

Luxemburgo 14.06.2019

Morreram 25 motociclistas em quatro anos no Luxemburgo

Susy TEIXEIRA MARTINS
Susy TEIXEIRA MARTINS
O bom tempo está de regresso e com ele também os motards regressam às estradas.

Houve 642 acidentes com motos nas estradas nacionais entre 2015 e 2018. Um número que esconde outros números, também eles alarmantes. É que esses 642 acidentes provocaram 311 feridos ligeiros, 282 feridos graves e 25 mortos. Todos eles motards.

A velocidade excessiva representa quase metade (44%) das infrações cometidas pelos motociclistas. Depois surgem manobras perigosas de ultrapassagem, representando 22% do total das infrações.

Os dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (Statec) revelam ainda que 3% do motards fiscalizados, entre 2015 e 2018, conduziam sob o efeito de álcool.

Os motards gravemente feridos ou mortos em acidentes de viação nesse mesmo período tinham em média 40 anos de idade. A taxa cai para 17% no caso dos motociclistas com menos de 25 anos, a mesma dos maiores de 55 anos.

Note-se que quase metade (47%) das vítimas não moram no Luxemburgo. São turistas ou transfronteiriços que apreciam as estradas nacionais para a prática do motociclismo. O Statec revela que 15% das vítimas viviam em França e cerca de 8% eram oriundas da Alemanha, Bélgica ou ainda da Holanda.

Se nos cantões do Luxemburgo e de Esch-sur-Alzette há o maior número de acidentes, devido ao trânsito mais denso, é nas regiões Norte e Leste que se registam os acidentes mais graves. A título de exemplo, no cantão de Redange 92% dos motociclistas implicados em acidentes morreram ou ficaram gravemente feridos.

Ainda segundo o estudo do Statec, metade dos acidentes com motards ocorrem fora das cidades, 43% nas cidades e 7% nas autoestradas. No entanto, é nas autoestradas que os acidentes são mais graves.


Notícias relacionadas

Tragédia : Jovem de 19 anos morre em acidente na N12
Uma jovem, de 19 anos, residente em Mertzig, no Luxemburgo, morreu esta segunda-feira (22) na sequência de um acidente de viação na estrada nacional N12, entre Lehrhof e Grosbous. Filha da vítima, uma bebé de 16 meses, escapou ilesa do acidente.