Escolha as suas informações

Ministro luxemburguês dos Negócios Estrangeiros quer Hungria fora da UE
Luxemburgo 13.09.2016 Do nosso arquivo online
Jean Asselborn

Ministro luxemburguês dos Negócios Estrangeiros quer Hungria fora da UE

Jean Asselborn quer ver a Hungira fora da UE, caso não respeite os valores da UE
Jean Asselborn

Ministro luxemburguês dos Negócios Estrangeiros quer Hungria fora da UE

Jean Asselborn quer ver a Hungira fora da UE, caso não respeite os valores da UE
Foto: AFP
Luxemburgo 13.09.2016 Do nosso arquivo online
Jean Asselborn

Ministro luxemburguês dos Negócios Estrangeiros quer Hungria fora da UE

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, defende a suspensão da Hungria da União Europeia devido ao tratamento que este país está a dar aos refugiados.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, defende a suspensão da Hungria da União Europeia (UE) devido ao tratamento que este país está a dar aos refugiados.

Em declarações publicadas esta terça-feira no diário alemão Die Welt, o chefe da diplomacia luxemburguesa disse que a UE deveria suspender a Hungria de forma temporária ou mesmo permanente.

"Qualquer país que, como a Hungria, construa muros contra refugiados de guerra ou que viole a liberdade de imprensa e a independência judicial deve ser expulso de forma temporária, ou se necessário de forma permanente, da UE", disse Asselborn.

"Não podemos tolerar que os valores fundamentais da UE sejam massivamente violados. [...] A Hungria actualmente não tem condições para ser membro da UE", acrescentou, fazendo referência às políticas do primeiro-ministro húngaro Viktor Orban, conhecido pelas suas ligações à extrema-direita.

A Hungria leva a cabo a 2 de Outubro um referendo impulsionado pelo governo para ganhar mais apoio e recusar qualquer futuro plano da UE que implique receber imigrantes nos estados-membros.

As declarações de Jean Asselborn aparecem dias antes da reunião informal de Bratislava, a ter lugar na sexta-feira, que juntará chefes de Estado e de Governo de 27 Estados-membros, sem a presença do Reino Unido.

A questão do “Brexit”, na sequência do referendo britânico e a estratégia de médio prazo da União Europeia, serão os dois principais temas em discussão.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O primeiro-ministro Xavier Bettel distanciou-se das palavras do seu ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, que defendeu a saída temporária ou permanente da Hungria da UE. "Não devemos suspender nenhum membro da família europeia", disse Bettel, esta terça-feira.
Jean Asselborn, em primeiro plano, não conta com o apoio de Bettel sobre a Hungria
O alto comissário das Nações Unidas para os refugiados, António Guterres, apelou hoje à distribuição de pelo menos 200.000 refugiados, defendendo que todos os estados-membros deviam ter a obrigação de participar neste programa.