Escolha as suas informações

Ministro Felix Braz elogia integração dos portugueses: "São verdadeiros heróis"
Luxemburgo 2 min. 04.12.2013

Ministro Felix Braz elogia integração dos portugueses: "São verdadeiros heróis"

Felix Braz jurou esta tarde "fidelidade ao Grão-Duque, obediência à Constituição e às leis do Estado", e prometeu desempenhar as suas funções "com integridade, rigor e imparcialidade"

Ministro Felix Braz elogia integração dos portugueses: "São verdadeiros heróis"

Felix Braz jurou esta tarde "fidelidade ao Grão-Duque, obediência à Constituição e às leis do Estado", e prometeu desempenhar as suas funções "com integridade, rigor e imparcialidade"
Fotos: Guy Wolff
Luxemburgo 2 min. 04.12.2013

Ministro Felix Braz elogia integração dos portugueses: "São verdadeiros heróis"

O primeiro luso-descendente a assumir o cargo de ministro no Luxemburgo, Felix Braz, disse hoje que há "muito exemplos" de integração na comunidade portuguesa, considerando que os imigrantes "são verdadeiros heróis". As declarações foram feitas esta tarde, no final da tomada de posse do novo governo liderado por Xavier Bettel.

O luso-descendente do partido Os Verdes tomou hoje posse como ministro da Justiça no novo governo de coligação formado pelo Partido Liberal, socialistas e ecologistas.

Felix Braz foi o quarto ministro a prestar juramento ao Grão-Duque, no palácio Grão-ducal, um marco histórico para a comunidade portuguesa no Luxemburgo.

Reconhecendo "o peso" da responsabilidade por ser apontado como um exemplo da integração política dos portugueses no Luxemburgo, o novo ministro da Justiça elogiou os imigrantes portugueses, chamando-lhes "verdadeiros heróis".

"Nunca é fácil tentar integrar-se noutro país, e as pessoas que vão para outro país para melhorar as suas vidas são verdadeiros heróis. A integração não se mede só em termos de cargos políticos. Há muitos portugueses, e eu conheço muitos, que têm conseguido coisas valiosas aqui no Luxemburgo", disse Felix Braz.

“Não é só quem é ministro ou deputado, ou quem ocupa cargos políticos, que é um exemplo. Pode ser-se um cidadão integrado e interessado pela vida do país sem exercer cargos políticos”, frisou.

Admitindo que o facto de ser o primeiro ministro de origem portuguesa no Grão-Ducado "é um motivo de orgulho", Felix Braz brincou, dizendo que espera "não ser o único", uma frase que repete com frequência desde que se tornou no primeiro luso-descendente eleito para cargos políticos no país, em 1994.

O ecologista de 47 anos, filho de imigrantes portugueses que chegaram ao Luxemburgo nos anos 1960, foi também o primeiro vereador e o primeiro deputado – e até hoje o único – de origem portuguesa no país.

Felix Braz nasceu em Differdange, no sul do Luxemburgo, a 16 de Março de 1966, filho de imigrantes portugueses de Castro Marim, no Algarve. Obteve a nacionalidade luxemburguesa em 1984, com 18 anos.

O agora ministro da Justiça frequentou Direito na Sorbonne, em Paris, um curso que não chegou a concluir: convidaram-no para fazer o primeiro programa de rádio em português na RTL, entre 1990 e 1991, e mais tarde propuseram-lhe ser secretário do grupo parlamentar dos Verdes, cargo que ocupou até 2000.

Em 1994 foi eleito pela primeira vez para a autarquia de Esch-sur-Alzette, tendo assumido o cargo de vereador em 1999.Em 2004, tornou-se o primeiro deputado luso-descendente no Luxemburgo.

Casado e pai de dois filhos, Felix Braz obteve em 2006 a Medalha de Comendador da Ordem de Mérito, atribuída pelo Presidente da República Cavaco Silva.

Paula Telo Alves