Escolha as suas informações

Ministra da Saúde. Aumento das hospitalizações continua a ser gerível
Luxemburgo 12.08.2020

Ministra da Saúde. Aumento das hospitalizações continua a ser gerível

Ministra da Saúde. Aumento das hospitalizações continua a ser gerível

Foto:Guy Jallay/Luxemburger Wort
Luxemburgo 12.08.2020

Ministra da Saúde. Aumento das hospitalizações continua a ser gerível

Diana ALVES
Diana ALVES
As hospitalizações devido ao novo coronavírus aumentaram ligeiramente nas últimas semanas, mas de acordo com a ministra da Saúde, Paulette Lenert, a situação continua a ser gerível.

Perante os deputados da comissão da Saúde, numa reunião por videoconferência, a ministra reconheceu que "a situação continua tensa", mas acrescentou que está a estabilizar. Paulette Lenert informou os deputados que o Luxemburgo registou uma ligeira diminuição de novas infeções, que a média de idades dos novos infetados permanece constante e que os hospitais estão a conseguir gerir o ligeiro aumento ao nível dos internamentos.  Mas reconheceu no entanto que não se pode subestimar a situação e banalizar a doença. 

Segundo os cálculos do ministério de Lenert, as hospitalizações têm vindo a aumentar nas últimas semanas e tal como indica um relatório recente do Centro Europeu de Prevenção de Doenças (CDC, na sigla inglesa). 


Luxemburgo entre os países europeus onde os internamentos por covid-19 mais têm aumentado
Os dados são do ECDC e colocam o Grão-Ducado ao lado de países como a Bulgária, Croácia, República Checa, Roménia e Eslovénia no que respeita a um crescimento das hospitalizações de pessoas infetadas pelo novo coronavírus.

A 26 de junho, por exemplo, estavam internadas nove pessoas, ao passo que esta terça, 11 de agosto, o país tinha 45 pacientes hospitalizados. Quanto às infeções, o país contabiliza mais de 7.200 casos desde o início da pandemia. 

Convém, no entanto, referir que o número de testes realizados não tem parado de aumentar. Segundo a tutela, já foram feitos mais de 650.000 testes de diagnóstico à covid-19. Um dado que poderá vir a ser incluído nas informações disponinilizadas pelas autoridades diz respeito ao local onde a contaminação aconteceu. 


Testes covid-19. Estratégia do Luxemburgo elogiada pelo Centro Europeu de Doenças
A estratégia do Luxemburgo em matéria de testes de diagnóstico à covid-19 foi elogiada pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC, na sigla em inglês).

Questionada pelos deputados sobre se o Governo dispõe dessas informações atualmente, a ministra referiu que as estatísticas não existem de momento, mas que "as autoridades estão a colaborar com as homólogas suíças para implementar uma metodologia que permita obter dados sobre o local de contágio".

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.