Escolha as suas informações

Milhares de estudantes do Grão-Ducado no protesto pelo clima
O protesto arrancou às 12:30 desta sexta-feira, no Glacis, e cluminou cerca de uma hora depois na praça Guillaume II.

Milhares de estudantes do Grão-Ducado no protesto pelo clima

Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
O protesto arrancou às 12:30 desta sexta-feira, no Glacis, e cluminou cerca de uma hora depois na praça Guillaume II.
Luxemburgo 15.03.2019

Milhares de estudantes do Grão-Ducado no protesto pelo clima

Manuela Pereira
Faltaram às aulas esta sexta-feira, mas dizem que foi por uma boa causa: salvar o planeta Terra do aquecimento global. Entre 7.500, segundo a polícia, e 15.000 estudantes, segundo a organização, saíram à rua, na cidade do Luxemburgo, para exigir ações políticas contra as alterações climáticas.

Nem a chuva demoveu os milhares de estudantes que chegaram esta tarde à capital do país para o protesto a favor do clima.

Entre as várias mensagens espalhadas ao longo da marcha, que decorreu entre o Glacis e a praça Guilaume II, liam-se também cartazes com frases como “Não há plano B”.

Não há um plano B para salvar o planeta Terra do aquecimento global, gritavam os manifestantes.

O protesto é global. Realizou-se hoje em mais de 100 países. Por cá foi organizado pela “Youth for Climate Luxembourg” da qual faz parte Elise Darras, 15 anos, que aos microfones da Rádio Latina lembrou que o tempo está a esgotar-se. Exige, por isso, que o Governo aja de imediato no combate às alterações climáticas.

A jovem Elise admite que o Governo luxemburguês tem feito esforços para combater as alterações climáticas, mas defende que pode e deve fazer mais.

Elise Daras e a Youth for Climate Luxembourg contaram com o apoio do Movimento Ecológico na organização do protesto desta sexta-feira. A presidente deste movimento, Blanche Weber, não esconde a satisfação de ver a mobilização dos jovens.




Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas