Escolha as suas informações

Manifestante tinha grande quantidade de explosivos em casa
Luxemburgo 18.12.2021 Do nosso arquivo online
Protestos anti-medidas

Manifestante tinha grande quantidade de explosivos em casa

Manifestação anti-vacinas a 11 de dezembro
Protestos anti-medidas

Manifestante tinha grande quantidade de explosivos em casa

Manifestação anti-vacinas a 11 de dezembro
Foto: Christophe Olinger
Luxemburgo 18.12.2021 Do nosso arquivo online
Protestos anti-medidas

Manifestante tinha grande quantidade de explosivos em casa

Redação
Redação
A polícia luxemburguesa descobriu "uma grande quantidade de explosivos e outras armas e munições" na casa de um dos manifestantes.

"Uma grande quantidade de explosivos e outras armas e munições", foram encontrada pela polícia do Grão-Ducado na casa de um dos manifestantes anti-vacinas. O que levou à intervenção do serviço de desminagem do exército luxemburguês. As armas foram descobertas na casa de um dos participantes na manifestação anti-vacinas que aconteceu no fim de semana passado. Foi necessário estabelecer um perímetro de segurança e os vizinhos foram evacuados.  O indivíduo é "suspeito, em particular, de ter disparado e atirado dispositivos pirotécnicos na direcção das forças da ordem". Um juiz de instrução ordenou uma busca à sua casa no sábado de manhã no leste do país.


Mais de 20 pessoas identificadas e detidas pela polícia na manifestação deste sábado
Está também prevista a mobilização de um forte dispositivo policial para as manifestações marcadas para este domingo.

"O presumível perpetrador, um homem de 30 anos de idade, será levado perante o juiz de instrução à tarde", concluiu o procurador da República. "A investigação levada a cabo pela secção anti-terrorismo do serviço de polícia judiciária (SPJ) da força policial grão-ducal permitiu identificar um dos alegados perpetradores da rebelião" cometidos durante as recentes manifestações anti-vacinas, revelou o Ministério Público num comunicado de imprensa divulgado este sábado de manhã. 



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas