Escolha as suas informações

Manifestação com 2.000 polacos em Kirchberg condiciona trânsito esta sexta-feira
Luxemburgo 3 3 min. 21.10.2021
Protesto

Manifestação com 2.000 polacos em Kirchberg condiciona trânsito esta sexta-feira

Várias estradas serão bloqueadas ao trânsito nas proximidades do Tribunal de Justiça da União Europeia, algumas já a partir desta quinta-feira.
Protesto

Manifestação com 2.000 polacos em Kirchberg condiciona trânsito esta sexta-feira

Várias estradas serão bloqueadas ao trânsito nas proximidades do Tribunal de Justiça da União Europeia, algumas já a partir desta quinta-feira.
Foto: Guy Jallay/Luxemburger Wort
Luxemburgo 3 3 min. 21.10.2021
Protesto

Manifestação com 2.000 polacos em Kirchberg condiciona trânsito esta sexta-feira

Tiago RODRIGUES
Tiago RODRIGUES
Cerca de dois mil manifestantes vão reunir-se num protesto em grande escala contra o encerramento previsto de uma mina de carvão na Polónia, na sexta-feira, no Tribunal de Justiça da União Europeia, em Kirchberg. Algumas estradas estarão bloqueadas ao trânsito.

Cerca de dois mil sindicalistas polacos irão protestar contra a decisão do tribunal de ordenar o encerramento da mina de carvão de Turow, na sequência de uma queixa da República Checa.

Em setembro, o Tribunal de Justiça condenou a Polónia a uma pesada pena diária, por não ter encerrado a mina, como tinha ordenado em maio. 

O Governo polaco opôs-se ao encerramento da mina de carvão, alegando que Turow iria fornecer trabalho aos habitantes da região e que seria importante para o abastecimento energético do país.  

A manifestação deverá começar por volta das 9h30, junto ao Tribunal. Depois,  os participantes deverão deslocar-se à rotunda Schuman para continuar o protesto em frente à embaixada checa. 

A polícia emitiu esta quinta-feira um comunicado sobre o protesto, referindo que várias estradas serão bloqueadas ao trânsito nas proximidades do Tribunal de Justiça.

As autoridades recomendam que sejam evitadas as viagens não essenciais nessa área e que sejam respeitados os bloqueios de estradas e proibições de estacionamento. Se necessário, as pessoas devem seguir as instruções da polícia no local.

As principais restrições de tráfego dizem respeito às avenidas J. F. Kennedy, Konrad Adenauer e as ruas vizinhas, junto à Ponte Bech e à área em redor da rotunda Schuman. Parte destas estradas já estarão encerradas ao final do dia desta quinta-feira.

Uma parte da redes de autoestradas também será afetada. Dependendo das circunstâncias, a área de Wasserbillig na autoestrada A1 será encerrada, dizem ainda as autoridades.

Além disso, os acessos de Mertert (A1) e Schengen (A13) em direção ao Luxemburgo estarão inacessíveis dependendo das circunstâncias e o tráfego em direção à capital será feito numa única faixa num troço reduzido entre os acessos Mertert e Potaschberg na A1 e no acesso Schengen na A13. 

Estas medidas entrarão em vigor a partir das 6h de sexta-feira e durarão toda a manhã. Logo que as circunstâncias o permitam, as medidas serão levantadas.

Mais de 800 agentes da polícia no terreno

Todo o evento será supervisionado por uma grande força policial para assegurar o serviço e a ordem pública. Os locais do TJUE e da Embaixada Checa serão também assegurados por perímetros de segurança.

No total, serão contratados cerca de 840 agentes da polícia. Além dos agentes no terreno, outros membros prestarão apoio logístico, administrativo e técnico no local, antes e durante o evento.  

As autoridades informam ainda no comunicado que estará disponível ao público uma linha de telefone direta (+352 244 242724), que estará em funcionamento durante a duração do evento, a partir das 8h de sexta e até ao fim da manifestação.

A linha foi criada para responder a perguntas gerais e práticas sobre o evento e não se destina a lidar com emergências. Para esses casos, deverá ser usado o número de urgência 113, reitera.

O comunicado refere, por fim, que devido à manifestação, as esquadras de polícia de Limpertsberg, Kirchberg, Ville-Haute, Gare-Hollerich, Bonnevoie, Gasperich, Merl-Belair e Hesperange serão encerradas. A esquadra da capital continuará a funcionar.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas