Escolha as suas informações

Mais de 500 pessoas morreram de covid-19 antes das vacinas chegarem ao Luxemburgo
Luxemburgo 26.01.2022
Pandemia

Mais de 500 pessoas morreram de covid-19 antes das vacinas chegarem ao Luxemburgo

Pandemia

Mais de 500 pessoas morreram de covid-19 antes das vacinas chegarem ao Luxemburgo

Foto: Lusa
Luxemburgo 26.01.2022
Pandemia

Mais de 500 pessoas morreram de covid-19 antes das vacinas chegarem ao Luxemburgo

Redação
Redação
A maioria das vítimas mortais de covid-19 no Grão-Ducado não estava vacinada.

O Luxemburgo registou 946 mortes por covid-19 até 26 de janeiro, de acordo com o último boletim público das autoridades de saúde. Deste total, 509 óbitos foram registados antes que as vacinas estivessem disponíveis no Grão-Ducado.

As primeiras vacinas foram administradas a 28 de dezembro de 2020. 


Luxemburgo. Novos casos são mais do dobro entre os não vacinados
O boletim do Ministério da Saúde mostra também que na última semana o maior aumento no nível de incidência verificou-se no grupo etário dos 75 e mais anos, onde cresceu 91%.

De acordo com a RTL, das 434 mortes que ocorreram no Luxemburgo devido à covid em 2021 e início de 2022 (até 21 de janeiro), 360 corresponderam a pessoas que não estavam totalmente vacinadas ou que não tinham recebido qualquer dose da vacina. Mas 74 óbitos foram de pessoas que já tinham recebido as duas doses do imunizante.

Atualmente, menos de 80% da população do Grão-Ducado com mais de 12 anos está totalmente vacinada. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas