Escolha as suas informações

Luxemburguês tornou-se língua nacional há 35 anos
Luxemburgo 24.02.2019 Do nosso arquivo online

Luxemburguês tornou-se língua nacional há 35 anos

Luxemburguês tornou-se língua nacional há 35 anos

Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 24.02.2019 Do nosso arquivo online

Luxemburguês tornou-se língua nacional há 35 anos

Além de língua nacional, é uma das três línguas oficias do Grã-Ducado.

A língua luxemburguesa foi reconhecida como língua nacional há 35 aos, ou seja, a 24 de fevereiro de 1984. Atualmente é falada por cerca de 400 mil pessoas.

"A língua nacional do Luxemburgo é o luxemburguês", assim reza o artigo 1 da Lei do Regime da Língua, aprovada há 35 anos. A mesma lei estabeleceu ainda o luxemburguês, o francês e o alemão como línguas oficiais, obrigando os funcionários da administração pública a responder "tanto quanto possível" na mesma língua em que for feito o pedido, ou seja, francês, alemão ou luxemburguês.

Apesar de as leis estarem redigidas apenas em francês, o alemão e o luxemburguês são também considerados línguas administrativas e judiciais.

Ao longo destes 35 anos, a língua de Dicks uniformizou a sua gramática e ortografia, tem dicionários (também online) e tornou-se numa das exigências para a aquisição da nacionalidade por parte dos estrangeiros.


Padre Sérgio Mendes.
Padre Sérgio Mendes. “Aqui a língua é uma barreira e um muro”
Provedor da Santa Casa da Misericórdia no Luxemburgo revela que “falta pagar 200 mil euros da casa que serve de sede”, é contra a eutanásia, além de favorável ao fim do celibato dos padres e ao sacerdócio das mulheres.

Mas tem também algumas fraquezas. Com cerca de 400 mil falantes, o luxemburguês é considerando pela Unesco como uma língua "vulnerável" e ainda não conseguiu obter o estatuto de língua oficial da União Europeia.

Photo: Gerry Huberty

Internamente, e segundo uma sondagem do Statec de junho de 2018, 73% da população fala o luxemburguês, sendo menos falada que o francês. Na escola, apesar de o Governo ter reforçado o apoio ao estudo e uso da língua (com a lei de 20 de julho de 2018), a alfabetização das crianças continua a ser feita em alemão, fazendo com que os mais pequenos e a população em geral desconheçam a norma escrita da língua.

Algumas questões da sondagem:



Notícias relacionadas

Comissário diz que luxemburguês "não está suficientemente desenvolvido" para escolarizar crianças
Marc Barthelemy foi nomeado comissário para a língua luxemburguesa em outubro e tem como missão preparar um plano para promover o idioma nos próximos 20 anos. Mas, para já, mostra-se céptico quanto à possibilidade de que a língua que defende esteja "suficientemente desenvolvida" para ser o idioma de alfabetização. Ao Contacto, falou da importância das outras duas línguas para preservar o papel central do Luxemburgo na Europa e defendeu que o português devia ser mais valorizado no país.
Mais luxemburguês nas escolas
O plano de promoção da língua luxemburguesa já tinha sido apresentado pelo Governo, mas só agora aprovado pelo Conselho de Ministros e segue para o Parlamento. Cursos obrigatórios de luxemburguês nas escolas internacionais é uma das medidas previstas.
OPINIÃO: A sociedade fracturada
OPINIÃO, por Hugo Guedes - Duas perguntas ao leitor(a): Sabe qual é a língua oficial dos Estados Unidos? E da Austrália? Se respondeu “inglês” caiu na armadilha – estes países não têm língua oficial.