Escolha as suas informações

Luxemburguês pode ser língua oficial na UE: Do you speak Lëtzebuergesch?
Luxemburgo 2 min. 12.10.2016 Do nosso arquivo online

Luxemburguês pode ser língua oficial na UE: Do you speak Lëtzebuergesch?

Luxemburguês pode ser língua oficial na UE: Do you speak Lëtzebuergesch?

Foto: Guy Wolff
Luxemburgo 2 min. 12.10.2016 Do nosso arquivo online

Luxemburguês pode ser língua oficial na UE: Do you speak Lëtzebuergesch?

O luxemburguês pode vir a tornar-se a 25a língua oficial da União Europeia. A proposta foi feita pelo ministro da Educação do Luxemburgo e é a mais recente acha no aceso debate em torno do idioma no país.

Os serviços de tradução da União Europeia podem vir a ter mais trabalho. Depois do gaélico, o luxemburguês pode vir a tornar-se numa das línguas oficiais da UE.

A proposta vem do ministro da Educação do Luxemburgo e surge na sequência da petição 698, que quer converter o luxemburguês na principal língua administrativa do país – em detrimento do francês, a língua usada na legislação e na maioria das questões parlamentares. A petição bateu recordes de assinaturas e reacendeu o debate sobre o uso das línguas no país.

A polémica levou o ministro da Educação a intervir. Num artigo de opinião publicado no Luxemburger Wort a 1 de outubro, o ministro considera que a petição representa “um ataque” à língua francesa, com a qual os luxemburgueses têm dificuldades. Mas “não é impondo o luxemburguês como primeira língua administrativa que vamos resolver os nossos problemas com o francês”, afirma Meisch.

Em vez disso, o ministro propõe outras formas de promover o idioma. A começar pelo reconhecimento do luxemburguês na UE, “sem a obrigação de traduzir todos os documentos” nem a legislação europeia.

Uma situação comparável à do gaélico. Apesar de ser língua oficial desde 2007, a UE não é obrigada a traduzir a maioria dos documentos, ao abrigo de uma derrogação que vigora até dezembro de 2021.

A lista de línguas oficiais da UE é decidida por unanimidade no Conselho Europeu. Para já, a proposta do Governo luxemburguês ainda não deu entrada naquele órgão, disse ao Contacto fonte daquela instituição, e é difícil prever quanto tempo poderá levar o processo de aprovação. No caso do gaélico, o Conselho Europeu aprovou o pedido da Irlanda em 2005 mas a decisão só entrou em vigor em 2007, para “permitir a preparação dos serviços de tradução e interpretação da UE”, explicou a mesma fonte. Pela mesma razão, o Conselho decidiu traduzir apenas para gaélico as decisões conjuntas do Conselho e do Parlamento Europeu. Só a partir de 2021 é que a tradução vai ser alargada a outras áreas.

Trocado em miúdos, ainda que o luxemburguês obtenha estatuto oficial, vai levar muitos anos até ser usado nas instituições europeias.

Paula Telo Alves


Notícias relacionadas

Mais luxemburguês nas escolas
O plano de promoção da língua luxemburguesa já tinha sido apresentado pelo Governo, mas só agora aprovado pelo Conselho de Ministros e segue para o Parlamento. Cursos obrigatórios de luxemburguês nas escolas internacionais é uma das medidas previstas.