Escolha as suas informações

Luxemburgo vai receber migrantes do Sea Watch 3
Luxemburgo 04.07.2019

Luxemburgo vai receber migrantes do Sea Watch 3

Luxemburgo vai receber migrantes do Sea Watch 3

Foto: Chris Grodotzki/Sea-Watch.org/dp
Luxemburgo 04.07.2019

Luxemburgo vai receber migrantes do Sea Watch 3

O Luxemburgo é um dos países da União Europeia (UE) que aceitou acolher migrantes que desembarcaram do Sea Watch 3.

Trata-se do navio da organização não-governamental que atracou à revelia do governo italiano, em Lampedusa, na madrugada de sábado. A bordo do navio estavam 40 migrantes que vão ser distribuídos por cinco países.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, confirmou à RTL que o Luxemburgo vai receber alguns desses migrantes, não adiantando o número exato. A Alemanha, França, Finlândia e também Portugal são os outros países da UE que se mostraram disponíveis para acolher os migrantes.

A capitã do navio, Carole Rackete, foi detida no sábado depois de ter desafiado a “política de portos fechados” imposta pelo ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, ao ter atracado, sem autorização, o navio Sea Watch 3 no porto de Lampedusa.

O objetivo era o desembarque de 40 migrantes resgatados ao largo da Líbia que estavam há mais de 15 dias a bordo do navio humanitário.

Carola Rackete foi colocada em prisão domiciliária, mas entretanto um juiz italiano decidiu, esta terça-feira a favor da libertação da capitã do navio, salientando que a capitã alemã estava a “cumprir o seu dever de salvar vidas”.

Susy Martins / Lusa


Notícias relacionadas

Capitã do navio humanitário processa Salvini
Referindo que o ministro italiano, conhecido por criar a regra dos “portos fechados” a refugiados, impulsiona os ódios, o advogado explicou que uma queixa por difamação “é uma maneira de enviar um sinal”, defendeu , afirmou um dos advogados de Carola Rackete.