Escolha as suas informações

Luxemburgo vai precisar de mais 5.600 a 7.500 casas por ano até 2060 para satisfazer a procura

Luxemburgo vai precisar de mais 5.600 a 7.500 casas por ano até 2060 para satisfazer a procura

Luxemburgo 24.04.2019

Luxemburgo vai precisar de mais 5.600 a 7.500 casas por ano até 2060 para satisfazer a procura

Os valores variam em função do crescimento da economia luxemburguesa: quanto mais forte e atrativa for, mais aumenta o número de trabalhadores e maior a necessidade de habitações.

O Luxemburgo vai precisar de mais 5.600 a 7.500 casas por ano até 2060 para satisfazer a procura de habitação. Os números foram apresentados hoje pelo instituto de estatística luxemburguês (Statec).

O estudo hoje divulgado parte de projeções demográficas para chegar ao número de casas necessário para satisfazer a procura até 2060. Em 2018, havia 253 mil casas no Grão-Ducado, número que poderá subir até aos 539 mil em 2060. O estudo tem em conta que a dimensão das famílias tende a reduzir-se. Por um lado, menos pessoas de idade intermédia vão viver em casal, pelo que haverá mais pessoas a viverem sozinhas. Por outro lado, vai continuar a tendência de aumento da esperança média de vida. Haverá, então, mais pessoas idosas a viver em casal, sozinhas e em comunidade. A partir destes pressupostos, o Statec calculou o número de alojamentos precisos.

Assim, até 2060 serão necessários entre 243 mil e 324 mil alojamentos (o que dá 5.600 e 7.500 casas por ano) para satisfazer a procura. Estes valores variam em função do crescimento da economia luxemburguesa: quanto mais forte e atrativa for, mais aumenta o número de trabalhadores e maior a necessidade de habitações.

O Statec sublinha que aqueles valores não correspondem ao número de casas que é preciso construir. Isto porque, explica o estudo, parte dos alojamentos necessários no futuro podem já existir hoje. Existem casas que estão atualmente desocupadas e que podem ser mobilizadas e transformadas de forma a absorver uma parte das necessidade de alojamento.

Paula Cravina de Sousa