Escolha as suas informações

Luxemburgo vai continuar a administrar AstraZeneca às pessoas com menos de 60 anos
Luxemburgo 31.03.2021

Luxemburgo vai continuar a administrar AstraZeneca às pessoas com menos de 60 anos

Luxemburgo vai continuar a administrar AstraZeneca às pessoas com menos de 60 anos

Foto: AFP
Luxemburgo 31.03.2021

Luxemburgo vai continuar a administrar AstraZeneca às pessoas com menos de 60 anos

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Vários países decidiram restringir o uso da vacina em pessoas com menos de 60 anos, devido a casos de coágulos sanguíneos incomuns relatados por aqueles que receberam as injeções

O Luxemburgo vai continuar a administrar a vacina AstraZeneca, conhecida agora como Vaxzevria, às pessoas com menos de 60 anos. Uma informação avançada pela RTL e confirmada pelo Ministério da Saúde.


Canadá suspende AstraZeneca a menores de 55 anos
O Comité Nacional de Aconselhamento sobre Imunização do Canadá está a recomendar uma pausa na vacinação da AstraZeneca contra a covid-19 a pessoas com menos de 55 anos, noticiou hoje a agência noticiosa Associated Press (AP).

Vários países decidiram restringir o uso da vacina contra o coronavírus da Vaxzevria em pessoas com menos de 60 anos, devido a casos de coágulos sanguíneos incomuns relatados por aqueles que receberam as injeções. É o caso por exemplo da Alemanha, que ontem decidiu parar de administrar a vacina às pessoas com menos de 60 anos, uma vez que já registou nove óbitos de pessoas, após terem recebido a vacina.

No entanto, o Luxemburgo diz querer continuar a seguir as recomendações da Agência Europeia do Medicamento (EMA) que mantém a indicação de administrar a vacina Vaxzevria a todas as faixas etárias. Contudo, as autoridades do Luxemburgo dizem que vão seguir também a situação nos outros países da União Europeia.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas