Escolha as suas informações

Luxemburgo vai acolher mais migrantes resgatados pelo Ocean Viking
Luxemburgo 21.01.2020

Luxemburgo vai acolher mais migrantes resgatados pelo Ocean Viking

Luxemburgo vai acolher mais migrantes resgatados pelo Ocean Viking

Foto de arquivo: Reuters
Luxemburgo 21.01.2020

Luxemburgo vai acolher mais migrantes resgatados pelo Ocean Viking

Lusa
Lusa
O resgate dos migrantes de um barco de madeira ocorreu na passada sexta-feira. A bordo seguiam 19 menores de idade.

O Luxemburgo volta a aceitar receber migrantes resgatados no Mediterrâneo. O navio Ocean Viking, operado pelos Médicos Sem Fronteiras (MSF) e pela SOS Mediterrâneo, chegou esta noite ao porto italiano de Pozzallo, na Sicília, com 39 migrantes, após o acordo entre vários países europeus para sua distribuição.

Luxemburgo, França e Alemanha acordaram receber 20 migrantes, garantia que levou o Ministério do Interior italiano a autorizar o desembarque dos migrantes no porto de Pozzallo.

O resgate dos migrantes de um barco de madeira ocorreu na passada sexta-feira, a 59 quilómetros da costa da Líbia, no meio de fortes ondas e ventos. A bordo seguiam 19 menores de idade.

O navio humanitário Ocean Viking regressou à área de resgate do Mediterrâneo central depois de no dia 23 de dezembro ter desembarcado 159 migrantes no porto de Taranto, na região italiana da Apúlia.

Na semana passada, cerca de 237 migrantes resgatados pela guarda marítima alemã e salvos pelo navio espanhol Open Arms desembarcaram em portos italianos, depois de a França, Alemanha, Portugal e a Irlanda terem acordado "receber os que pediam asilo".

Após a saída da Liga (extrema direita) do executivo italiano e com a formação do novo governo pelo Movimento 5 Estrelas (M5S), o Partido Democrata (PD) e outras formações progressivas, os navios humanitários deixaram de sofrer impedimentos para desembarcar nos portos italianos, graças ao mecanismo de redistribuição de migrantes nos países europeus.


Notícias relacionadas