Escolha as suas informações

Luxemburgo ultrapassa barreira das 100 mil doses administradas
Luxemburgo 06.04.2021

Luxemburgo ultrapassa barreira das 100 mil doses administradas

Paciente à espera de ser vacinado contra a covid-19 no Hall Victor Hugo, na capital.

Luxemburgo ultrapassa barreira das 100 mil doses administradas

Paciente à espera de ser vacinado contra a covid-19 no Hall Victor Hugo, na capital.
Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Luxemburgo 06.04.2021

Luxemburgo ultrapassa barreira das 100 mil doses administradas

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
Em meados de março o país tinha uma imunidade de 12% à covid-19, um valor ainda longe dos 70% necessários para atingir a imunidade de grupo.

O Luxemburgo ultrapassou a barreira simbólica das 100 mil doses de vacinas contra a covid-19 administradas. De acordo com os dados mais recentes disponibilizados pelo Ministério da Saúde, três meses após o arranque da campanha de vacinação já foram já feitas perto de 105.900 injeções.

Quase 24.800 residentes já estão totalmente imunizados através da toma das duas doses da vacina. O Grão-Ducado (como os restantes países da União Europeia) aguarda a chegada das primeiras doses da vacina de toma única da Janssen, da farmacêutica do grupo Johnson & Johnson, o que deverá acontecer ainda este mês.

As outras três marcas de vacinas que estão a ser administradas no país (da Pfizer, Moderna e AstraZeneca) requerem duas tomas do fármaco que visa prevenir contra a covid-19, evitando internamentos e mortes relacionadas com a doença.  

O Luxemburgo encontra-se atualmente na fase quatro - de seis fases no total - da campanha de vacinação, que arrancou em dezembro. Os residentes têm recebido as convocatórias por carta. Atualmente o país dispõe de cinco centros de vacinação, abertos de segunda a sábado, das 7h às 19h. Dois localizados na capital, e um em Esch-sur-Alzette, um em Ettelbruck e um outro em Mondorf-les-Bains. 

Em meados de março o país tinha uma imunidade de 12% à covid-19, um valor ainda longe dos 70% necessários para atingir a imunidade de grupo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas