Escolha as suas informações

Luxemburgo teve menos pedidos de asilo em 2019
Luxemburgo 11.02.2020 Do nosso arquivo online

Luxemburgo teve menos pedidos de asilo em 2019

Luxemburgo teve menos pedidos de asilo em 2019

Foto: Jair Cabrera Torres/dpa
Luxemburgo 11.02.2020 Do nosso arquivo online

Luxemburgo teve menos pedidos de asilo em 2019

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A Eritreia ocupa, tal como em 2018, o primeiro lugar do pódio, com 510 pedidos.

Há menos pessoas a pedir asilo ao Luxemburgo. No ano passado, 2.047 pessoas pediram proteção internacional ao Grão-Ducado, menos 159 que no ano anterior.

Os dados foram revelados, esta segunda-feira, pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, em sede de comissão parlamentar.

Relativamente aos países de origem dos requerentes de asilo, a Eritreia ocupa, tal como em 2018, o primeiro lugar do pódio, com 510 pedidos, seguido da Síria, com 287. Depois, o maior número de pedidos chegou de pessoas oriundas do Afeganistão (162), Iraque (110) e Argélia (79).

A Direção da Imigração pronunciou-se em 2.154 casos, com uma média de resposta de quase cinco meses (4,8 meses). Entre as decisões tomadas estão os pedidos de estatuto de refugiado que a Direção da Imigração concedeu a 653 pessoas face aos 994, em 2018, e também bem inferior aos 1.176 estatutos atribuídos, em 2017.

O ministro Asselborn explica que a maior parte das recusas [de atribuição do estatuto de refugiado] abrangeu pessoas oriundas da Argélia, Tunísia e Marrocos, mas também dos países dos Balcãs.

O ministro dos Negócios Estrangeiros informou ainda que no âmbito da aplicação do regulamento de Dublin, 330 pessoas foram transferidas para os países onde iniciaram o seu processo para obter o estatuto de refugiado.

Jean Asselborn confirmou ainda que 36 menores não acompanhados chegaram ao Luxemburgo em 2019 e pediram asilo ao país.


Notícias relacionadas

Pedidos de asilo: 2019 começa em força
Em 2018, 2.205 pessoas solicitaram proteção internacional no Luxemburgo, mas o Ministério dos Negócios Estrangeiros já registou 284 novos pedidos de asilo só no mês de janeiro de 2019.